Educação Médica

Revista Médica

Edição 8  |  Nov/2011


 Pesquisa de mutações no gene EGFR funciona como aliada na escolha terapêutica

 

O teste prediz os pacientes que podem se beneficiar do uso dos inibidores de tirosinoquinases.
A ativação do receptor do fator de crescimento epidérmico (EGFR) pode ocorrer devido à sua superexpressão ou a mutações que estimulam tirosinoquinases e, assim, ativam as vias de sinalização envolvidas no favorecimento ao ciclo celular e na consequente progressão do tumor.


Outros destaques desta edição

Edição atual | Nov/2018

/Edições anteriores

/Webmeeting

Overview dos testes moleculares para câncer

Nesta oportunidade apresentamos alguns testes introduzidos no portfólio de exames do Fleury, relacionados justamente à pesquisa de mutações somáticas em neoplasias, e que objetivam prestar auxílio à decisão terapêutica e melhorar o prognóstico do paciente.


Confira