Holter de glicose é alternativa para conhecer o perfil glicêmico do diabético

Publicado em: 20/10/2009
Por:
Fleury Medicina e Saúde

Edição: 2009 - Edição Nº 7 - Boletim
 

O método pode ser feito em 24, 48 ou 72 horas, fornecendo uma visão ampla sobre as flutuações da glicemia.

Classicamente, a avaliação do controle glicêmico exige o teste de glicemia, que reflete o nível sérico de glicose no momento exato da dosagem, e o de hemoglobina glicada (A1C), que revela a taxa média de glicose no sangue nos últimos dois a quatro meses.

Nos últimos anos, a glicemia capilar domiciliar alcançou papel fundamental para o bom controle do diabetes. Contudo, a adesão às várias medidas durante o dia ainda é baixa em nosso meio, o que faz da monitoração contínua da glicose (MCG) uma alternativa para identificar o perfil glicêmico do paciente.

Também conhecida como holterde glicose, a MCG pode ser realizada durante 24, 48 ou 72 horas e tem, como principal vantagem, a possibilidade de avaliar os efeitos da medicação, da alimentação e da atividade física nos níveis glicêmicos. As dosagens são feitas por meio de um sensor instalado no tecido subcutâneo com a ajuda de um cateter, o qual fica conectado a um monitor, que, por sua vez, apresenta as medidas em gráficos.

Assessoria Médica
Dra. Ana Hoff: [email protected]
Dra. Rosa Paula Mello Biscolla: [email protected]

Clique aqui para saber mais sobre o holter de glicose.