Pesquisa avalia o desempenho de teste para a detecção de anticorpos antifosfatidilserina na SAF

Publicado em: 29/12/2011
Por:
Fleury Medicina e Saúde​​

Edição: 2011 - Edição Nº 9 - Boletim
 

A síndrome antifosfolípide (SAF) é diagnosticada com base no quadro clínico sugestivo e na presença dos principais integrantes de um grupo heterogêneo de imunoglobulinas: os anticorpos anticardiolipina (aCL), anticoagulante lúpico e anti-ß2-glicoproteína I (anti-ß2GPI). Entretanto, alguns pacientes com SAF bem caracterizada não exibem esses três autoanticorpos, de modo que certos autores têm sugerido a investigação de anticorpos contra outros fosfolípides também relacionados ao espectro da SAF, a exemplo do antifosfatidilserina, ou antifosfatidil.

Como não existem estudos sobre a prevalência desses marcadores em pacientes brasileiros com SAF, pesquisadores do Grupo de Imunologia do Fleury, em parceria com o Serviço de Reumatologia da EPM/Unifesp, avaliaram amostras de soro de 36 pessoas com esse diagnóstico e 196 indivíduos sadios, a fim de determinar o desempenho de testes imunoenzimáticos desenvolvidos para a detecção desses autoanticorpos.

Ao pesquisar um painel de anticorpos dos isotipos IgA, IgM e IgG contra os diferentes fosfolípides, o estudo confirmou que é possível identificar outros autoanticorpos relacionados à SAF, mesmo na ausência daqueles rotineiramente testados. De fato, alguns pacientes foram positivos para apenas um dos testes utilizados (2,7% para aCL IgG, 3,2% para aCL IgG e aCL IgM,  2,7% para fosfatidil IgG e 3,2% para fosfatidil IgA).

Além disso, o ensaio desenvolvido no Fleury para a pesquisa de antifosfatidilserina exibiu alta especificidade para a doença, ou seja, 96,37% para IgG, 98,96% para IgM e 97,93% para IgA.

“Em casos selecionados, a investigação adicional de anticorpos antifosfolípide não incluídos nos critérios de classificação tradicional da SAF pode contribuir positivamente para o diagnóstico da doença”, salienta o assessor médico em Reumatologia e Imunologia do Fleury, Luis Eduardo Coelho Andrade.

Autores: DELLAVANCE, A.; SICILIANO, S.R.S.; SILVA, A.W.; ANDRADE, L.E.C.

Assessoria Médica
Dr. Luis Eduardo C. Andrade: [email protected]