A importância do Teste Ergométrico

Por: Fleury Medicina e Saúde

Edição: 

O clássico teste de esteira, também chamado de teste ergométrico, geralmente é o primeiro exame a ser pedido pelos médicos para avaliar a saúde do coração, sem contar, evidentemente, o eletrocardiograma basal que o cardiologista muitas vezes já faz no consultório para verificar o traçado da atividade elétrica cardíaca.

Alguns sinais de problemas cardiovasculares só ficam evidentes quando se exige um esforço cardíaco maior. Daí porque a esteira é imprescindível para você saber a quantas anda seu coração.
Durante e após a realização do exercício físico na esteira, que sempre começa com uma caminhada leve e vai aumentando o grau de dificuldade, podendo chegar a uma corrida em ladeira, o teste registra várias medidas da pressão arterial e os batimentos cardíacos, além de analisar a atividade elétrica durante cada etapa do esforço.

O objetivo, de acordo com a cardiologista do Fleury, Paola Smanio, é investigar a presença de sinais sugestivos de obstruções nas artérias coronárias (causadoras do temido infarto agudo do miocárdio), de anormalidades nos batimentos (como arritmias, por exemplo), de alterações na pressão arterial e de sintomas desencadeados pelo esforço, como a dor no peito. Se o coração agüentar bem a maior demanda exigida pelo exercício, não há motivo para preocupação.

Quer conhecer os principais exames para investigar
problemas de coração? Acesse a página do novo
Centro Integrado Cardiológico e Neurovascular do
Fleury
e saiba mais.

Assista também ao vídeo de lançamento do Centro Integrado Cardiológico e Neurovascular. Afinal, para falar de coração, nada melhor do que uma história real de amor. ​​​​​​​​​

Relacionados

Não existem artigos relacionados.