17 Alfa Hidroxi Progesterona, SMD, soro

Orientações necessárias

- Sigla de uso exclusivo para laboratórios clientes (SMD). - A amostra deve ser colhida preferencialmente até o quinto dia após o início do ciclo menstrual, contando-se a partir do primeiro dia da menstruação, ou conforme solicitação médica (escrita ou verbal). De qualquer modo, é necessário informar o dia do ciclo no momento da realização do exame. - Recomenda-se que o cliente faça a coleta preferencialmente até duas horas após seu horário habitual de acordar.

Processamento e adequação da amostra

- Aguardar 30 minutos; - Centrifugar a 2200 g por 10 minutos a 18 ºC; - Não aliquotar; - Enviar à seção refrigerado; - Volume mínimo: 0,5 mL de soro. Estabilidade da amostra Temperatura ambiente: não aceitável; Refrigerada (2-8 ºC): 30 dias; Congelada (-20 ºC): 30 dias.

Método

- Cromatografia líquida acoplada a espectrometria de massa em tandem.

Valor de referência

- Condições basais: -- Sexo Masculino: até 170 ng/dL -- Sexo Feminino: Fase folicular: até 110 ng/dL Fase Lútea: 86 a 400 ng/dL -- Recém-nascidos não prematuros: até 500 ng/dL -- De 1 a 12 meses : até 173 ng/dL -- Crianças pré-púberes: até 86 ng/dL

Interpretação e comentários

- A 17alfa-hidroxiprogesterona é um esteroide secretado principalmente pelas adrenais e também pelas gônadas. A principal indicação clínica para sua dosagem é o diagnóstico de deficiência da enzima 21-hidroxilase, o defeito de síntese adrenal mais comumente encontrado na hiperplasia adrenal congênita. O diagnóstico de defeito da 21-hidroxilase é realizado através da dosagem de 17alfa-hidroxiprogesterona basal e/ou pós estímulo. Na forma clássica de hiperplasia adrenal congênita causada por deficiência importante de 21-hidroxilase, conhecida como forma clássica e que se caracteriza por ambiguidade genital, com ou sem perda de sal desde o nascimento, os valores de 17-OH-progesterona ultrapassam os 10000 ng/dL Já nas formas não clássicas, casos em que a diminuição da atividade da enzima é de grau leve a moderado, as dosagens basais podem ser pouco elevadas ou até normais e a resposta desse esteroide ao ACTH é importante para o diagnóstico. Nestes casos, valores acima de 1500 ng/dL após o estímulo confirmam o diagnóstico. No seguimento de tais pacientes, contudo, é possível que as dosagens de androstenediona e testosterona tenham maior utilidade, já que a 17alfa-hidroxiprogesterona sofre oscilações rápidas com a terapêutica. - Vale lembrar que, dentro do ciclo menstrual, os níveis de 17-alfa-hidroxiprogesterona são baixos na fase folicular e aumentam na ovulação e na fase lútea, portanto sua dosagem deve ser realizada na fase folicular do ciclo. - A comparação entre resultados realizados em diferentes laboratórios deve levar em consideração a metodologia empregada, uma vez que os ensaios mais específicos (por pós-cromatografia ou por LC-MS/MS) tendem a fornecer valores mais baixos. - O uso de hormônios esteroides interfere no resultado deste exame.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou entre em contato com a nossa Central de Atendimento pelo Whatsapp (11) 3179-0822.

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 10x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame pelo Whatsapp (11) 3179-0822.