ALK IMUNOISTOQUIMICA, Vários Materiais

Orientações necessárias

- Este exame é realizado em material obtido por biópsia/ressecção cirúrgica, fixado em formol a 10% (preferencialmente tamponado) ou em fragmentos de tecidos incluídos em bloco de parafina, acompanhados da cópia do laudo original. - NÃO SÃO ACEITOS MATERIAIS FIXADOS EM OUTROS MEIOS. (como Bouin, ou álcool por exemplo). - O TEMPO DE FIXAÇÃO DEVE SER DE 06 A 72h. - O exame poderá ser realizado em emblocados celulares em parafina fixados em formol a 10%, desde que a quantidade e a qualidade do material sejam verificadas previamente ao exame pelo patologista responsável. - Preferencialmente, o material deve ser enviado até 24 horas após a coleta.

Processamento e adequação da amostra

- Enviar o material para à seção.

Método

-Fragmentos de tecidos seccionados de 2 a 3 micras são desparafinizados, hidratados e submetidos a reação automatizada no equipamento BENCHMARK ULTRA-VENTANA (Roche) Clone (D5F3).

Valor de referência

- O resultado do exame baseia-se na interpretação das reações por médico patologista: Anticorpo anti-ALK (clone D5F3): POSITIVO para ALK: Presença de coloração citoplasmática granular forte em qualquer porcentagem de celular tumorais. Artefatos de colotação devem ser excluídos. NEGATIVO para ALK:Ausência de coloração citoplasmática granular forte em células tumorais.

Interpretação e comentários

A proteína ALK é um membro dos receptores tirosina quinase normalmente expressa apenas no sistema nervoso. A patogênese molecular de ALK começa com rearranjos cromossômicos envolvendo o cromossomo 2p resultando na formação de um produto de gene de fusão composto por porções do gene que codifica a proteína EML4 e do gene ALK. Diferentes tipos de inversão EML4-ALK tornam ALK cataliticamente ativa e de localização citoplasmática. Foram identificados outros genes parceiros de fusão com ALK, além de EML4. O rearranjo de ALK é reconhecido como um fator oncogênico chave em carcinoma não pequenas células de pulmão (CPNPC). A incidência de rearranjos do gene ALK é de cerca de 5%, identificada mais frequentemente em adenocarcinomas de pulmão, com tendência a maior frequência em não fumantes ou fumante ocasional. Este teste (VENTANA ROCHE clone D5F3) destina-se à detecção laboratorial por imuno-histoquímica automatizada da proteína ALK em tecido de carcinoma do pulmão de não pequenas células (CPNPC) fixado em formol e impregnado em parafina. É indicado como um auxiliar da avaliação de doentes com CPNPC que podem beneficiar do tratamento com crizotinib. A interpretação clínica dos resultados é feita no contexto da avaliação histológica e dos controles adequados, por patologista dentro do contexto clínico do paciente. - A fixação inadequada e as condições adversas de preparo do bloco de parafina podem interferir nesta análise.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou entre em contato com a nossa Central de Atendimento pelo Whatsapp (11) 3179-0822.

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 10x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame pelo Whatsapp (11) 3179-0822.