Bilirrubina, Transcutânea

Outros nomes:

Bilirrubina Não Invasiva

BiliCheck

Orientações necessárias

- Esse exame é feito apenas em recém-nascidos, com, no máximo, até 20 dias de vida. - A dosagem da bilirrubina transcutânea pela tecnologia BiliCheck é feita sem a necessidade de coleta de sangue por punção venosa ou calcânea. O BiliCheck permite a avaliação da icterícia neonatal porque quantifica a bilirrubina transcutânea do recém-nascido a termo e pré-termo, podendo ser utilizada como triagem. - O teste não sofre variações ou interferência devido à idade gestacional de nascimento, ao sexo ou à cor da pele do recém-nascido.

Processamento e adequação da amostra

- Conferir, digitar o resultado no sistema e liberar. - O valor máximo que pode ser digitado é 19,9 mg/dL. Para valores acima digitar MAQ; 20. O resultado será impresso como: superior a 20 mg/dL. NOTA: Em caso de resultado crítico (acima de 12,0 mg/dL), solicitar ao médico do atendimento que entre em contato com o médico do paciente

Método

- Reflectância espectral por múltiplos comprimentos de onda.

Valor de referência

Intervalos de decisão - fototerapia* (recém-nascidos a termo) Idade, em horas.............Bilirrubina total no sangue ...................................Considerar fototerapia........Fototerapia 25-48 horas...................> ou = 12mg/dL...............> ou = 15 mg/dL 49-72 horas...................> ou = 15mg/dL...............> ou = 18 mg/dL > 72 horas.....................> ou = 17mg/dL...............> ou = 20 mg/dL *Nota 1: Os intervalos de decisão para se considerar ou indicar a fototerapia em recém-nascidos a termo sadios foram estabelecidos a partir da dosagem da bilirrubina total no sangue por metodologia convencional (American Academy of Pediatrics - Practice Guideline, 1994). Sua utilização para a interpretação dos resultados da bilirrubina transcutânea dosada pelo BiliCheck é uma opção como referência preliminar, juntamente com o julgamento clínico individual. Nota 2: Atualmente, a dosagem da bilirrubina transcutânea é indicada para triagem da icterícia em recém-nascidos de até 20 dias de idade. Se essa triagem mostrar uma elevação da bilirrubina transcutânea que permite classificá-la, segundo os níveis de bilirrubina e idade do neonato, como uma hiperbilirrubinemia próxima ou dentro das faixas de decisão para algum procedimento terapêutico (por exemplo, a fototerapia), permanece a recomendação de dosagem da bilirrubina total no sangue, pela metodologia convencional, antes de qualquer decisão terapêutica.

Interpretação e comentários

- A avaliação precisa da icterícia neonatal é uma necessidade freqüente em recém-nascidos, pois cerca de 60% dos neonatos a termo apresentam icterícia clínica na primeira semana de vida. Após as primeiras 24 horas de vida, costuma ser freqüente a icterícia fisiológica, mas a condição pode também representar quadros severos como septicemia, incompatibilidade ABO e doença hemolítica por defeito genético do eritrócito, entre outros. - Muitas vezes, é difícil a diferenciação entre uma icterícia fisiológica e uma icterícia patológica, principalmente naqueles recém-nascidos com maior risco de apresentar uma icterícia fisiológica exagerada. As condições clínicas que implicam esse maior risco para o desenvolvimento da hiperbilirrubinemia incluem aleitamento materno, idade gestacional, perda de peso importante após o nascimento, sexo masculino, diabetes materno, desidratação e história familiar. - Devido à tendência cada vez maior de dar alta precoce para os recém-nascidos a termo e saudáveis - até 48 horas após o nascimento -, a Associação Americana de Pediatria recomenda o acompanhamento ambulatorial da criança de 2 a 3 dias após a alta hospitalar. A finalidade é monitorizar o aumento da bilirrubina indireta e evitar as complicações neurológicas para o recém-nascido (kernicterus). - A decisão de coleta de sangue num recém-nascido é sempre difícil para todos os envolvidos, o que faz com que a dosagem da bilirrubina total, nos casos de icterícia neonatal mais intensa, seja evitada ao máximo pelo caráter invasivo do procedimento. Essa dificuldade, porém, levou os pesquisadores ao desenvolvimento de novas tecnologias não-invasivas para a medida da bilirrubina na monitorização da icterícia neonatal. - A tecnologia BiliCheck (Respironics, EUA) é o resultado de uma dessas iniciativas. Aprovado pela FDA, o recurso envia luz branca à pele do recém-nascido e mede a intensidade dos comprimentos das ondas específicas que retornam. Graças a algoritmos matemáticos, os fatores interferentes da pele, que podem também absorver a luz (melanina, hemoglobina e espessura da derme), são isolados para o cálculo da concentração da bilirrubina transcutânea total. - O método não-invasivo é calibrado para cada paciente e tem sua qualidade controlada de acordo com os padrões rígidos do Fleury. A correlação da bilirrubina transcutânea com a bilirrubina total, dosada de forma convencional, é excelente (R=0,90), conforme um estudo efetuado pelo Fleury em recém-nascidos brasileiros.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou entre em contato com a nossa Central de Atendimento pelo Whatsapp (11) 3179-0822.

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 10x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame pelo Whatsapp (11) 3179-0822.