Biomarcadores, para pré-eclâmpsia, soro

Outros nomes:
SFLT-1
TIROSINA QUINASE-1 SOLÚVEL SEMELHANTE A FMS
FATORES ANGIOGÊNICOS DE PRÉ-ECLÂMPSIA
RELAÇÃO SFLT-1/PLGF

Agendamento

Este exame nao necessita ser agendado.

Prazo de Entrega

Em até 2 dias corridos às 18h

Processamento e adequação da amostra

- Aguardar 30 minutos após a coleta; - Centrifugar a 2200 g por 10 minutos a 18 °C; - Aliquotar 1 mL de soro em tubo plástico tubo de alíquota padrão; - Enviar à seção congelado. Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: 3 horas; Refrigerada (2-8ºC): 8 horas; Congelada (-20ºC): 1 mês.

Orientações necessárias

- Este exame não necessita de preparo. - O exame pode ser colhido a partir de 20 semanas de gestação. - Este exame pode ser utilizado no auxílio do diagnóstico da pré-eclâmpsia (hipertensão na gestação) e também no prognóstico da doença no curto prazo em gestantes com suspeita de pré-eclâmpsia. - Este será interpretado em conjunto com outros dados clínicos e laboratoriais. - Será preenchido um questionário no dia da coleta com algumas informações clínicas da gestante - Este teste é validado apenas para gestações de um único feto.

Método

- Imunoensaio por eletroquimioluminescência.

Valor de referência

- sFlt-1 - Valores em pg/mL: Semanas de gestação............ Amplitude (5 - 95%) 20-23 semanas:......................... 572-2997 24-28 semanas:.......................... 618-3205 29-33 semanas:.......................... 773-5165 34-36 semanas:.......................... 992-7363 37-parto:......................................1533-9184 - PlGF- Valores em pg/mL: Semanas de gestação............ Amplitude (97,5%) 20-23 semanas:........................... 106-694 24-28 semanas:............................145-1668 29-33 semanas:........................... 91- 1567 34-36 semanas:........................... 68-1378 37-parto:........................................48,9-1006 - Relação sFlt-1 / PlGF : Semanas de gestação............ Amplitude (97,5%) 20-23 semanas:............................ 1,29 - 17,5 24-28 semanas:............................ 0,88 - 14,9 29-33 semanas:........................... 0,84 - 62,8 34-36 semanas:.......................... 0,90 - 89,90 37-parto:........................................1,67 - 134

Interpretação e comentários

- I - DIAGNÓSTICO DE PRÉ-ECLÂMPSIA Em gestantes que desenvolvem pré-eclâmpsia, verificou-se que os níveis de sFlt-1 são elevados e os níveis de PLGF reduzidos em relação à gestação normal, mesmo antes de ocorrerem sintomas clínicos. - Em idade gestacional superior a 20 e inferior a 34 semanas: Relação.....Probabilidade....... Interpretação...... Sensibilidade....... Especificidade sFlt1/PLGF....PE* ....> 85.......... 99%....................... Alto risco............ 88% .................... 99,5% ....< 33.......... 03%....................... Baixo risco......... 95% .................... 94% ....33-85........15%...................Risco Intermediário - Em idade gestacional igual ou superior a 34 semanas: Relação.....Probabilidade....... Interpretação...... Sensibilidade....... Especificidade sFlt1/PLGF....PE* ....> 110.......... 86%...................... Alto risco............ 58% .................... 95,5% ....< 33............ 06%..................... Baixo risco........... 90% .................... 73% ....33-110........42%...................Risco Intermediário * A depender da prevalência de pré-eclâmpsia (PE) na população - referência: Verlohen et al, 2014 II - ESTRATIFICAÇÃO DA GRAVIDADE DA PRÉ-ECLÂMPSIA Em pacientes com diagnóstico confirmado de pré-eclâmpsia e idade gestacional inferior a 34 semanas a avaliação da relação sFlt-1/PlGF permite estratificar o risco de desenvolvimento, em até 14 dias após o exame de complicações maternas associadas às formas graves de pré-eclâmpsia, como a Síndrome HELLP, edema pulmonar, hemorragia cerebral, eclâmpsia e insuficiência renal, complicações fetais (entre as quais restrição de crescimento e diástole zero em artéria umbilical) e agravamento da condição clínica, exigindo a antecipação do parto. Relação.....Probabilidade....... Interpretação sFlt1/PLGF....complicações* ....> 85.......... 86%...................... Alto risco ....< 85.......... 13%...................... Baixo risco Prognóstico de pré-eclâmpsia a curto prazo - EXCLUSÃO Rácio sFlt-1/PIGF < 38 VPN c) (IC de 95%)d) 99.1% (98.2-99.6) Sensibilidade (IC de 95%) 85.7% (72.8-94.1) Especificidade (IC de 95%) 79.1 % (76.5-81.6) c) VPN = valor preditivo negativo d) IC = intervalo de confiança Prognóstico de pré-eclâmpsia a curto prazo - INCLUSÃO Rácio sFlt-1/PIGF > 38 VPPe) (IC de 95%) 38.6% (32.6-45.0) Sensibilidade (IC de 95%) 70.3% (61.9-77.8) Especificidade (IC de 95%) 83.1% (80.5-85.5) * A depender da prevalência de casos graves de pré-eclâmpsia (PE) na população - referência: Verlohen et al, 2014

Dias de Medicamento

IMPORTANTE: Anotar medicamento(s) do (s)último(s): 30 dias(s).

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (11) 3179-0822

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 6x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: (11) 3179-0822