Cultura de urina, urina colhida por sonda vesical de alívio

Outros nomes:
URINOCULTURA OBTIDA POR SONDA VESICAL
CULTURA DE URINA, SONDAGEM VESICAL
UROCULTURA, SONDAGEM VESICAL

Agendamento

Precisa Agendar

Prazo de Entrega

Em até 2 dias úteis (incluindo sábado) às 23h

Orientações necessárias

I - Exame: - Sigla utilizada quando a coleta de urina for realizada através do procedimento de sondagem de alívio realizada pelo enfermeiro do grupo. - Deve vir descrito na solicitação médica coleta de urina por sondagem vesical/alivio. - Este exame está indicado para crianças e adultos que necessitem de coleta de urina por sonda vesical/alívio. - Esta sigla não é aplicável para material enviado. - Recomenda-se colher a primeira urina da manhã ou, então, qualquer outra amostra isolada desse material, desde que o cliente fique pelo menos duas horas sem urinar antes da coleta. - Não há necessidade de ingerir líquidos antes de realizar o exame. - O cliente não pode ter usado contraste radiológico nas 48 horas que antecedem o exame. - A coleta de urina não deve ser realizada imediatamente após a prática de exercício físico intenso, incluindo o teste ergométrico, pois essa situação pode produzir alterações no resultado da análise. Importante: - Clientes com ultrassom de abdome total ou pelve, marcado para o mesmo dia não deve ingerir líquidos para induzir o enchimento da bexiga, mas sim permanecer sem urinar nas quatro horas que antecedem esse exame, quando possível. Esta orientação visa evitar que a urina fique muito diluída e interfira na análise. Caso já tenha tomado a água, deve-se desprezar toda a urina logo após o ultrassom e colher a amostra após 2 horas, ou após o maior tempo possível. II - Restrição de horário - Para este procedimento entre em contato com a Central de Atendimento.

Método

- Cultura quantitativa em meio cromogênico

Valor de referência

- Cultura negativa

Interpretação e comentários

A coleta de urina por sondagem vesical de alívio é útil para o diagnóstico de infecções urinárias em crianças sem controle esfincteriano quando há dissociação entre o quadro clínico e os resultados de cultura de urina e tipo 1 em amostra coletada com saco coletor. Da mesma forma, em pacientes adultos, o exame é útil para confirmar presença de bacteriúria. A bacteriúria assintomática é um diagnóstico microbiológico, e os critérios mais aceitos para sua definição em mulheres consistem de: duas culturas de amostra de jato médio de urina, coletadas em dias distintos, positivas para a mesma espécie bacteriana, em contagem ? 105 UFC/ml. Ocorre em 1% a 5% das mulheres saudáveis em fase reprodutiva, e torna-se mais prevalente em gestantes (1,9% a 9,5%) em mulheres com idade entre 50 a 70 anos (2,8 % a 8,6%) e em mulheres diabéticas (9,0% a 27%). Em homens o critério mais aceito é de uma única cultura de amostra de jato médio, positiva para enterobactéria, em contagem ? 105 UFC/ml. Quando a amostra é coletada com cateter uretral, um único resultado positivo com contagem ? 102 UFC/ml é suficiente para o diagnóstico de infecção assintomática. A piúria está presente em cerca de 32 % das mulheres jovens, 70 % das mulheres diabéticas, e 30 % a 70 % das gestantes com bacteriúria assintomática; consequentemente a presença ou ausência de piúria não pode ser utilizada como critério para diferenciação entre ITU sintomática e assintomática, e não deve ser utilizada para definir conduta terapêutica. Para informações adicionais consultar Nicolle LE, Bradley S, Colgan R, Rice JC, Schaeffer A, Hooton TM. Infectious Diseases Society of America guidelines for the diagnosis and treatment of asymptomatic bacteriuria in adults. Clin Infect Dis. 2005 Mar 1;40(5):643-54.

Processamento e adequação da amostra

- Antes de semear a urina, inspecionar a placa de meio cromogênico (CPS) quanto à presença de contaminação ou desidratação. Aguardar para que as placas alcancem a temperatura ambiente antes do uso. - As placas de meio cromogênico (CPS) contaminadas ou desidratadas não podem ser utilizadas, devendo ser segregados e encaminhados à Microbiologia. -- Semear a urina em placa de meio cromogênico (CPS) conforme orientação abaixo: - Este procedimento se aplica a frasco de 80 ml - Homogeneizar o frasco de urina em movimentos circulares. Mergulhar perpendicularmente a alça calibrada estéril de 1 microlitro. -Descarregar o volume da alça fazendo uma estria central de uma extremidade a outra da placa de CPS. - Perpendicularmente à estria central, fazer estrias perpendiculares o mais próximo possível uma das outras, pegando toda largura da placa. - Encaminhar a placa para a Microbiologia em temperatura ambiente. - Manter a alíquota da urina na Distribuição, sob refrigeração, por 24 horas - As amostras das unidades Brasília: enviar o meio cromogênico (CPS), em temperatura ambiente e o frasco original, refrigerado, para a MIC. - As demais unidades e hospitais, não precisam encaminhar o frasco de urina, enviar somente quando solicitada por manifestação. Neste caso o frasco deverá ser enviado no menor tempo possível. Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: 30 minutos Refrigerada (2-8 ºC): 24 horas Congelada (-20 ºC): não aceitável.

Dias de Medicamento

0

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (11) 3179-0822

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 6x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: (11) 3179-0822