Tromboplastina Parcial Ativada, Tempo de, urgente, plasma

Outros nomes:
TEMPO DE TROMBOPLASTINA PARCIAL ATIVADA - HOSPITAL
TROMBOPLASTINA PARCIAL ATIVADA, TEMPO DE-HOSPITAL
TTPA - HOSPITAL
TTPA PARA HOSPITAL
TROMBOPLASTINA PARCIAL ATIVADA, TEMPO DE, PARA HOSPITAIS

Agendamento

Este exame nao necessita ser agendado.

Prazo de Entrega

Em até 8 horas

Orientações necessárias

- Anotar medicamentos dos últimos 7 dias (especialmente HEPARINA e anticoagulante oral). SE O PACIENTE TOMA ANTICOAGULANTE ORAL: - Procurar tomar o medicamento sempre no mesmo horário e colher a amostra aproximadamente no mesmo horário das coletas anteriores - Anotar a hora e a data de tomada do último comprimido

Processamento e adequação da amostra

Verificar: Se há presença de coagulo, invertendo gentilmente o tubo. SE HOUVER, recusar o material. Se o volume de sangue + o anticoagulante atingiu 90% ou mais do nível do tubo (observar tabela com referência de preenchimento) Se o volume estiver incorreto, solicitar coleta de novo material. PREPARO DO MATERIAL (plasma pobre em plaquetas) 1) Logo após a coleta, centrifugar a amostra entre 18 ºC, a 2.200 g, durante 15 minutos 2) Retirar o material da centrífuga e observar se o paciente tem hematócrito alto (utilizar tabela) Se a papa de hemácias for igual ou superior ao limite indicado, isto significa que o paciente tem hematócrito igual ou superior a 55%. Nesta situação, colher nova amostra com o volume de anticoagulante corrigido (ITR HEM 084). 3) Encaminhar o material para a realização do teste. Atenção: solicitar novo material para amostra hemolisada.

Método

- Coagulométrico.

Valor de referência

- Maior que 6 meses: relação paciente/normal: 0,86 a 1,19. - Recém-nascidos e prematuros normais tem TTPA prolongado, que retorna ao normal ao redor dos 6 meses de idade.

Interpretação e comentários

- É o teste de escolha na avaliação da via intrínseca da coagulação - ESTÁ PROLONGADO: - nas deficiências de um ou mais fatores deste sistema (I, II, V, VIII, X, XI e XII) - durante a terapêutica com heparina - na avaliação da presença de inibidores inespecíficos circulantes (ex.: anticoagulante lúpico) - na avaliação da presença de inibidores específicos de fator (ex.: anti FVIII que pode ocorrer na gestação, na hemofilia A, na reação a Penicilina, artrite reumatóide etc.) - disfibrinogenemia - CIVD - insuficiência hepática - presença de PDF - o TTPA PODE ESTAR NORMAL em pacientes com deficiência hereditária moderada de fatores da coagulação. Cerca de 30% da concentração normal dos fatores XII, XI, IX, VIII, V e Fibrinogênio > 80 mg/dL , mantêm o TTPA dentro de limites normais. Quando houver suspeita clínica de deficiência desses fatores, há necessidade da quantificação específica de fatores, mesmo com resultado normal de TTPA - se os fatores de contato, quininogênio de alto peso molecular (HMWK) ou a calicreína estiverem com atividade de 5 %, o resultado do TTPA pode ser normal CAUSA DE REJEIÇÃO: - material hemolisado ou coagulado - contaminação da amostra com tromboplastina tissular (coleta traumática) - tubo não adequadamente cheio (proporção incorreta de sangue/anticoagulante) - material "contaminado" com heparina, quando através de cateter

Dias de Medicamento

IMPORTANTE: Anotar medicamento(s) do (s)último(s): 7 dias(s).

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (11) 3179-0822

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 6x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: (11) 3179-0822