Vacina, contra Meningococo A, C, Y e W135 conjugada

Outros nomes:
VACINA TETRAVALENTE PARA MENINGITE
QUADRIVALENTE PARA MENINGITE
VACINA QUADRIVALENTE PARA MENINGITE
NIMENRIX
VACINA NIMENRIX
•VACINA MEN ACWY-TT
ACWY-TT
VACINA CONTRA MENINGOCOCO A, C, W E Y
VACINA CONTRA MENINGOCOCO QUADRIVALENTE
VACINA CONTRA MENINGOCOCO ACWY

Agendamento

Este exame nao necessita ser agendado.

Orientações necessárias

- Esta vacina é aplicada a partir de 6 semanas de vida. - O cliente precisa apresentar RG ou certidão de nascimento para a vacinação. - A aplicação da vacina é realizada após entrevista médica nas Unidades: -- Alphaville: de segunda a sexta, das 07h às 17h45, aos sábados das 07h às 12h. -- Morumbi: de segunda a sexta, das 07h às 12h, aos sábados das 07h às 12h. -- Rochaverá Morumbi: de segunda a sexta, das 07h às 12h, aos sábados das 07h às 12h. -- Braz Leme: de segunda à sabado das 07h às 12h30. - Há restrições para a aplicação do produto nas seguintes condições: -- alergia ao látex; -- história de hipersensibilidade ao toxóide tetânico, utilizado para conjugar o polissacarídeo do meningococo; -- vigência de quadros febris e/ou infecciosos agudos; -- gestação: não há dados suficientes sobre a exposição à vacina A,C,Y,W135 durante a gravidez, mas considerando-se a gravidade da infecção pela N. meningitidis, a gravidez não deverá ser considerada impedimento à vacinação quando o risco de exposição for evidente. Observação: o preço da vacina refere-se sempre a cada dose.

Interpretação e comentários

- A vacina conjugada para o meningococo A, C, Y e W135, previne a doença causada por esses sorogrupos. Por ser conjugada, (com toxóide tetânico ou CRM 197 do Corynebacterium diphteriae) induz excelente memória imunológica, responsável pela proteção de longa duração. - Nos Estados Unidos ela tem sido especialmente recomendada para adolescentes e adultos jovens que viajam para países de alta endemicidade, estudantes que viverão em dormitórios conjuntos, militares, além das recomendações específicas para imunossuprimidos e esplenectomizados. - Indivíduos em exposição domiciliar à doença meningocócica têm de 500 a 800 vezes mais probabilidade de adquirir a infecção (há quatro casos em cada mil pessoas expostas), devendo ser vacinados o mais precocemente possível. O ideal é que a imunização seja feita dentro das primeiras 24 horas após a confirmação do caso-índice para os seguintes grupos: contatos domiciliares ou em creches, exposição a secreções orais do doente, contatos por beijo e por respiração boca-a-boca e intubação endotraqueal. Convém lembrar da importância da quimioprofilaxia com rifampicina, ciprofloxacina ou ceftriaxone para esses casos, recomendada até 14 dias da exposição.

Doses e intervalos

- No Brasil, a partir de 2 meses de idade, quatro vacinas estão licenciadas para a doença meningocócica, a vacina meningocócica conjugada C,a vacina meningocócica ACWY Menveo/GSK - conjugada com CRM 197, a vacina meningocócica ACWY Nimenrix/Pfizer - conjugada ao toxóide tetânico e a vacina proteica contra meningococo B - Bexsero/GSK. - Caso o pediatra opte pela MenACWY - CRM197 (Menveo®, GSK), a partir dos 2 meses, fazer duas doses aos 3 e 5 meses, e um reforço após 1 ano de idade. De 7 a 23 meses de vida, fazer duas doses com intervalo mínimo de 2 meses, a segunda dose deve ser obrigatoriamente após 1 ano. A partir de dois anos, dose única. - Caso o pediatra opte pela MenACWY-TT (Nimenrix®, Pfizer), a partir dos 2 meses, fazer duas doses, aos 3 e 5 meses e um reforço após 1 ano de idade. Esta vacina é feita em dose única a partir dos 12 meses de vida. - A vacina meningocócica ACWY-TT. Também pode ser aplicada a partir dos 12 meses de vida, como reforço da vacina meningocócica C conjugada, já que é aplicada em dose única, a partir de 1 ano. -Em virtude da rápida redução de anticorpos, reforços são necessários: entre 4 a 5 anos após a última dose recebida aos 12meses e na adolescência. -Adultos nunca vacinados devem receber dose única, exceto nos adultos com HIV, em que aplicamos 2 doses com intervalo de 2 meses e 1 reforço a cada 5 anos. -Pacientes com asplenia devem receber 1 reforço a cada 5 anos. OBS1: Intercambialidade entre vacina conjugada MeninC e MeninACWY: não há estudos de intercambialidade entre as vacinas Men C e ACWY. Portanto, quando o esquema é iniciado com uma ou duas doses de Men C e há solicitação para mudar para Men ACWY, a SBIm sugere que apliquemos as doses de ACWY de acordo com a recomendação da bula, ou seja, recomeçaremos o esquema vacinal com a Men ACWY indicado par a idade do paciente. OBS2: Intercambilidade entre diferentes fabricantes: no caso das vacinas contra meningococo ACWY, preferencialmente, devemos prosseguir o esquema vacinal com o mesmo fabricante, entretanto, na falta de uma das marcas, podemos prosseguir com o outro fabricante. Estas situações são consideradas como exceção e, quando for necessário trocar o fabricante, é muito importante verificar as particularidades do esquema posológico de cada fabricante.

Efeitos adversos

- Dor, eritema e enduração no local da aplicação; - Reações sistêmicas, como febre, irritabilidade e sonolência, são raras e, quando se manifestam, têm leve intensidade.

Composição

a) Vacina Pfizer (Nimenrix): Conjugado do polissacarídeo do meningococo do grupo A, C, W135 e Y com o toxóide tetânico. - Hidróxido de alumínio (adjuvante). b) Vacina GSK (Menveo): Conjugado do polissacarídeo do meningococo do grupo A, C, W135 e Y com o CRM 197 do Corynebacterium diphteriae. - Hidróxido de alumínio (adjuvante).

Dias de Medicamento

0

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (11) 3179-0822

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 6x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: (11) 3179-0822