Vacina, contra Varicela

Outros nomes:
VACINA PARA VARICELA
VACINA CONTRA CATAPORA
VACINA CONTRA VÍRUS DA VARICELA
CATAPORA, VACINA
VARICELA, V

Agendamento

Este exame nao necessita ser agendado.

Orientações necessárias

- Esta vacina é aplicada a partir de 1 ano de idade. - A aplicação da vacina é realizada após entrevista médica nas Unidades: -- Alphaville: de segunda a sexta, das 07h às 17h45, aos sábados das 07h às 12h. -- Anália Franco II: de segunda a sexta, das 07h às 12h, aos sábados das 07h às 12h. -- Braz Leme: de segunda a sexta, das 07h às 12h, aos sábados das 07h às 12h. -- Morumbi: de segunda a sexta, das 07h às 12h, aos sábados das 07h às 12h. -- Paraiso: de segunda a sexta, das 07h às 18h, aos sábados das 07h às 17h, aos domingos das 07h às 11h. -- República do Líbano I: de segunda a sexta, das 07h às 18h, aos sábados das 07h às 12h30, aos domingos das 07h às 12h. -- Rochaverá Morumbi: de segunda a sexta, das 07h às 12h, aos sábados das 07h às 12h. -- Atendimento Móvel: de 10hs e 11hs – Conforme disponibilidade da agenda. - Há restrições para a aplicação do produto nas seguintes condições: -- gestação; -- hipersensibilidade a qualquer componente da vacina, assim como à neomicina e à gelatina; -- vigência de febre e/ou processo infeccioso agudo; -- após transfusão de sangue e derivados, até mesmo de imunoglobulinas - neste caso, é necessário um intervalo de cinco meses entre a transfusão e a aplicação da vacina; -- após ou durante o uso de corticoterapia em doses elevadas, por período superior a 14 dias - para receber a vacina, é preciso aguardar um mês após o término da terapia; -- tratamento com outros imunossupressores - neste caso, o intervalo deve ser de três meses entre o término da medicação e a aplicação da vacina. Observações: - Indivíduos imunocomprometidos não devem receber a vacina, exceto nos casos previstos nas indicações da vacina. - Em portadores do HIV, o produto é aplicado somente com prescrição do médico assistente. - O preço da vacina refere-se sempre a cada dose.

Interpretação e comentários

- A varicela é uma das doenças exantemáticas mais comuns da infância, sendo causada pelo vírus Varicela-Zoster. Após contato domiciliar, de 80% a 90% dos indivíduos sem imunidade adquirem a infecção. A vacina tem eficácia de cerca de 70% a 80% na proteção total contra a varicela e de mais de 95% no que diz respeito à prevenção das formas graves da doença. Após a imunização, alguns indivíduos apresentam a síndrome da varicela modificada (SVM), uma forma bastante benigna que se caracteriza pelo pequeno número de lesões cutâneas, ausência ou menor duração da febre e reduzido comprometimento do estado geral. - Esta vacina está indicada para prevenir infecção pelo vírus Varicela-Zoster, podendo também ser aplicada após contato com esses agentes. Em tais casos, contudo, a eficiência do produto se limita às 72 horas após a exposição. Depois de 96 horas, não existe comprovação do benefício e, após esse período, não há dados. De qualquer modo, o uso depois de quatro dias não traz complicações. - A imunização contra a varicela também tem algumas indicações especiais: -- para imunocomprometidos com leucemia linfocítica aguda (LLA) ou tumores sólidos em remissão (de pelo menos 12 meses), desde que apresentem 1.200 linfócitos/mm3 ou mais, sem radioterapia. Caso estejam em quimioterapia, é necessário suspender o tratamento sete dias antes e sete dias depois da aplicação da vacina; -- para portadores de HIV assintomáticos ou oligossintomáticos com CD4 normal para a faixa etária. Em tais casos, recomendam-se duas doses, com intervalos de 4-8 semanas entre elas; -- para indivíduos que tenham contato potencial com imunodeficientes, que podem e devem ser vacinados. No entanto, se apresentarem exantema após a vacinação, essas pessoas precisam evitar contato íntimo com imunocomprometidos; -- para pessoas suscetíveis à doença no momento da internação em enfermaria onde haja caso de varicela; -- para candidatos a transplante de órgãos sólidos, pelo menos três semanas antes do ato cirúrgico, desde que não estejam imunodeprimidos.

Doses e intervalos

- Recomenda-se que a primeira dose seja feita a partir dos 12 meses de vida e o reforço, a partir dos 15 meses. - A vacina é aplicada em duas doses, com intervalo de 3 meses, em menores de 13 anos. Maiores de 13 anos, devem receber duas doses, com intervalo de um a três meses. Se o período entre elas for maior, não é necessário reiniciar o esquema. - É considerado imunizado o indivíduo que tenha recebido duas doses da vacina após 1 ano de idade.

Efeitos adversos

- Febre baixa, de 7 a 14 dias após a aplicação; - Dor local; - Exantema maculopapular ou variceliforme de pequena intensidade até um mês após a administração (ocorre em 7-8% dos casos). Atenção: - Após a vacinação, o cliente não pode utilizar derivados do ácido acetilsalicílico por seis semanas (AAS, Melhoral, Aspirina, Aceticil, Alidor, Aspisin, Ecasil, Ronal, Somalgin, Alicura, Antitermin, Bufferin, Cafiaspirina, Cheracap, Cibalena, Coristina, Doloxene, Doribel, Doril, Engov, Fontol, Hebrin, Migral, Migrane, Posdink, Somalgin, Sonrisal, Superhist).

Composição

- Vírus vivos atenuados da cepa OKA; - Gelatina; - Neomicina.

Dias de Medicamento

IMPORTANTE: Anotar medicamento(s) do (s)último(s): 7 dias(s).

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (11) 3179-0822

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 6x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: (11) 3179-0822