Alimento completo | Revista Fleury Ed. 23

A amamentação é mais que uma demonstração de carinho de mãe para filho. É, sobretudo, um gesto de proteção ao recém-nascido.

A amamentação é mais que uma demonstração de carinho de mãe para filho. É, sobretudo, um gesto de proteção ao recém-nascido. Afinal, ele recebe doses extras de anticorpos, prevenindo doenças e fortalecendo a resposta imunológica. Além disso, ao sugar, o bebê estimula a produção de mais leite, exercita a musculatura da face e diminui as chances de apresentar futuras alterações dentárias.

>>> Conheça o Gestar Fleury, um espaço surpreendente, com serviços dedicados ao cuidado das mamães no período de gestação.

>>> Para quem já é mamãe, o Fleury oferece a Vila da Saúde, um espaço exclusivo para o atendimento de crianças de 0 a 12 anos, com prazo reduzido de entrega de resultados e ambientação da Vila Sésamo.

O vínculo da mãe com o bebê é fortalecido a cada amamentação. Amamentar também traz muitas vantagens para a mãe. Há liberação de um hormônio chamado ocitocina, que estimula a contração do útero reduzindo o sangramento e ajudando o órgão a voltar ao tamanho normal. A amamentação ainda ajuda a mãe a recuperar o peso anterior, já que a gordura de seu organismo é usada na produção do leite.

O leite materno é, portanto, um alimento completo, que beneficia mãe e filho. Mas você sabe como ele é produzido pelo organismo, de onde vem e em que local é armazenado até ficar pronto para alimentar o bebê? Conheça, a seguir, todas as etapas da produção do leite materno.

As etapas da produção do leite materno  
Proteinas dos leites materno, artificial e de vaca  

Dieta

Estudos demonstram que, independentemente das condições alimentares da mãe, a composição do leite materno é preservada com todos os nutrientes e elementos necessários para o bom desenvolvimento do bebê. Ainda assim, é importante que a mãe tenha uma alimentação equilibrada e mantenha-se saudável, já que o organismo tende a priorizar a produção do leite. Nessa fase, a mãe tende a apresentar mais sede e deve ingerir maior quantidade de água.

Há substâncias que passam para o leite e podem trazer outros efeitos. Em teoria, alguns alimentos podem interferir na cólica do bebê, como cafeína, chocolate, feijão, brócolis e derivados do leite. Porém, não há consenso sobre isso. É melhor evitar fumar e ingerir álcool, e é preciso confirmar com o médico quais medicamentos estão liberados durante a amamentação.

Armazenamento

Através de extratores de leite, manuais ou elétricos, o leite materno pode ser retirado e adequadamente acondicionado em recipientes apropriados para o armazenamento.

O leite materno pode ser armazenado por até 24 horas na geladeira ou por 15 dias no freezer. Se refrigerado, o leite deve ser aquecido em banho-maria até a temperatura corporal da mãe; se congelado, deve ser mantido em geladeira até o completo descongelamento para, depois, ser aquecido e oferecido em um copinho. Dessa forma, mesmo após o retorno às atividades profissionais, muitas mães podem manter o aleitamento materno, tão importante e benéfico nessa fase da vida do bebê.

Outras Notícias

Relatório Anual de Sustentabilidade 2019

Acesse o Relatório Anual de Sustentabilidade 2019 do Grupo Fleury, baseado nas diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI) em sua versão Standard, opção Essencial, e em linha com as orientações do Relato Integrado (IR).

Semana Mundial de Conscientização Sobre Alergias

A Organização Mundial de Alergia (World Allergy Organization/WAO) realiza anualmente, juntamente com as diversas sociedades de alergia no mundo, uma semana para a conscientização sobre as doenças alérgicas e suas alterações. A partir de hoje e até o dia 4 de julho traremos informações sobre uma alergia diferente.

Checkpoints para o seu tratamento infusional: O passo a passo para alcançar mais qualidade de vida.

Qualidade de vida é uma das maiores aspirações do ser humano, expectativa que parece distante para quem sofre de doenças crônicas e incapacitantes. Mas, com o avanço das pesquisas e dos novos medicamentos da terapia infusional, é possível um cotidiano mais confortável e com maior autonomia. Para você iniciar seu tratamento com mais tranquilidade e saber quais resultados esperar, trouxemos algumas respostas para ajudá-lo.

Grupo Fleury participa do processo de testes para vacina contra a COVID-19

Grupo Fleury realizará testes para 2 mil candidatos selecionados pela Unifesp para estudo sobre a vacina contra a COVID-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford. Em estudo conduzido pela Escola Paulista de Medicina, da Unifesp, Grupo fará exames do tipo sorológico durante triagem de participantes de experimento. Vacina está sendo testada em 50 mil pessoas em vários lugares do mundo. IMPORTANTE: Os 2000 candidatos para o estudo da vacina serão selecionados exclusivamente pela Unifesp. Nossa central de atendimento não recebe candidaturas.