Como cuidar dos cabelos no verão

No dia 21 de dezembro, às 22h02, começará uma das estações mais aguardadas pela maioria das pessoas: o verão.

Embora muitos comemorem a data, para as mulheres, o calor, o sol, a praia e o vento representam preocupações extras com a beleza e a saúde dos cabelos, assunto recorrente nessa época do ano.

Pensando nisso, a dermatologista Aline Donati, do Fleury Medicina e Saúde, responde às dúvidas mais comuns sobre os cuidados com os cabelos no verão:

A água do mar prejudica a saúde dos cabelos?
SIM. Pode prejudicar, pois ela provoca alterações físicas e químicas nos fios, capazes de até mesmo mudar a coloração dos cabelos. Os compostos da água do mar, combinados com a radiação ultravioleta, podem ressecar os cabelos, principalmente os tingidos, em que a cutícula (sua estrutura) foi modificada.

Os cabelos devem ser lavados sempre que forem molhados com água do mar. E depois de lavar bem com o xampu antirresíduos, é preciso repor a proteção. A mulher precisa caprichar no uso de mais cremes e condicionador. Apelar para o guarda-sol, chapéu, lenço e cremes leave in com protetor solar também são boas medidas.

Posso confiar no creme leave in com filtro solar e abusar do sol, do mar e da piscina?
NÃO. Não existem muitos estudos provando que eles funcionam. É mais confiável adotar o chapéu e passar mais tempo debaixo do guarda-sol.

O vento pode prejudicar a saúde dos cabelos?
SIM. O vento pode embaraçar e desgastar o cabelo. Um creme para pentear pode ajudar a desembaraçar e a manter os fios inteiros. Sem o produto adequado, corre-se o risco de ficar com os fios embaraçados, o que dificultará na hora de pentear, podendo levar à quebra.

O sol também pode causar algum tipo de dano?
SIM.  A radiação ultravioleta é um dos fatores do meio ambiente que pode agredir o cabelo. O creme com protetor solar pode ajudar.

As crianças e idosos sofrem mais os efeitos do verão nos cabelos?
NÃO para as crianças e SIM para os idosos. As crianças têm cabelos muito saudáveis, que quase não sofrem nenhum dano especial no verão. Basta simplesmente lavá-los, se o cabelo for curto, ou lavar e usar condicionador, no caso do cabelo comprido. Mas o mesmo não ocorre com os idosos. O cabelo dos idosos é mais frágil e vai piorar se for submetido ao mesmo tipo de injúrias ambientais.

Pessoas calvas não têm com que se preocupar, certo?
ERRADO. No couro cabeludo dos carecas é onde mais aparece câncer de pele. É preciso tomar muito cuidado, usar e abusar do protetor solar. A exposição ao sol tem efeito cumulativo no ser humano e pode causar câncer de pele, somando todo o sol que tomamos ao longo dos anos. Por isso, todo cuidado é pouco, quando se fala em sol em demasia.

Depois de tudo o que foi dito, existe alguma coisa positiva no banho de mar?
SIM. A água do mar tem propriedades cicatrizantes e um banho de mar sempre é algo estimulante. Mas sempre é bom lembrar que o biquíni molhado pode causar complicações, como micoses, por exemplo.

Existe um horário mais prejudicial aos cabelos?
SIM. Assim como no caso da pele, os efeitos de exposição aos raios ultravioleta são piores por volta do meio dia.

Existe alguma receita caseira que seja boa para o cabelo?
NÃO. As substâncias gordurosas caseiras colocadas nos fios podem tirar a estática e tornar o cabelo liso e brilhante, mas os resíduos que  deixam nos cabelos não os tornam produtos práticos.

Outras Notícias

WebMeeting: Recomendações para ressuscitação cardiopulmonar (RCP) na COVID-19

Assista à transmissão ao vivo sobre: "Recomendações para ressuscitação cardiopulmonar (RCP) na COVID-19". O evento é exclusivo para médicos.

Relatório Anual de Sustentabilidade 2019

Acesse o Relatório Anual de Sustentabilidade 2019 do Grupo Fleury, baseado nas diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI) em sua versão Standard, opção Essencial, e em linha com as orientações do Relato Integrado (IR).

Semana Mundial de Conscientização Sobre Alergias

A Organização Mundial de Alergia (World Allergy Organization/WAO) realiza anualmente, juntamente com as diversas sociedades de alergia no mundo, uma semana para a conscientização sobre as doenças alérgicas e suas alterações. A partir de hoje e até o dia 4 de julho traremos informações sobre uma alergia diferente.

Checkpoints para o seu tratamento infusional: O passo a passo para alcançar mais qualidade de vida.

Qualidade de vida é uma das maiores aspirações do ser humano, expectativa que parece distante para quem sofre de doenças crônicas e incapacitantes. Mas, com o avanço das pesquisas e dos novos medicamentos da terapia infusional, é possível um cotidiano mais confortável e com maior autonomia. Para você iniciar seu tratamento com mais tranquilidade e saber quais resultados esperar, trouxemos algumas respostas para ajudá-lo.