Informe-se sobre COVID-19 clicando aqui

Criança tem de brincar | Revista Fleury Ed. 16

Queilite é uma inflamação nos lábios que quase sempre é acompanhada de sensação dolorosa.


E brincar significa movimentar-se, liberar energia – o que não acontece na hora de ver desenho na TV. “Toda criança, para ser saudável, deveria se movimentar ao menos 1 hora por dia”, explica o médico do Esporte do Fleury, Pablius Staduto Braga Silva. “Só que isso tem de ser algo natural, incorporado às atividades do dia a dia, e não mais uma das mil obrigações às quais as crianças de hoje são submetidas.”

Silva dá uma série de dicas de atividades simples que os pais podem fazer para estimular os filhos: rolar no tapete, subir lances de escada, ajudar nas pequenas tarefas domésticas, andar até o supermercado, fazer a maior bagunça na sala e depois pedir ajuda para pôr tudo no lugar, ir mais ao parque no fim de semana, andar muito dentro de um shopping, conhecer lugares novos, dar uma volta no quarteirão, entre outras opções. “Um apartamento de 60 metros quadrados, em um prédio sem área de lazer, não é desculpa para não se mexer”, afirma. Afinal, para as crianças, tudo é motivo de brincadeira. Pequenos que praticam esportes como atividades extracurriculares já levam vantagem em relação aos que não fazem nada.

Entretanto, essas atividades precisam ser mais lúdicas e menos obrigatórias. “A ideia é que isso não seja mesmo uma regra. A cada dia, uma nova brincadeira.”