Etimologia médica | Revista Fleury Ed. 15

O estresse afeta nosso cabelo?

Estresse
É pouco afirmar que é de origem inglesa a palavra que dá nome ao estado de excitação emocional e motora provocado pela percepção de estímulos excessivos. O termo teve uma trajetória sinuosa mesmo antes de se consolidar no idioma inglês. Mas sempre carregou a noção de algo que é resultado de uma pressão levada a um dado limite. Na forma stress tomou, na língua inglesa, o sentido de “tensão” já no século XIV, garante o Dicionário Houaiss. Os ingleses teriam herdado o termo do anglo-normando destress, equivalente ao francês antigo destrece, que significava “estreiteza” no século XII. A língua francesa, por sua vez, herdou a palavra do latim vulgar districtus (importunado, ocupado), a partir de um derivado de que não se tem registro, mas que se suspeita ser district(ia). Districtus seria ainda composto por strictus, particípio passado de stringere (apertar, comprimir). Em 1942, foi incorporado à Medicina para caracterizar qualquer agente ou estímulo, nocivo ou benéfico, capaz de desencadear no organismo mecanismos de adaptação.


Outras Notícias

Grupo Fleury e Kunumi fecham parceria para uso de inteligência artificial no combate à COVID-19

Projeto prevê aplicação de algoritmos para identificar e comparar padrões em hemogramas de pacientes testados para doença. Objetivo é desenvolver modelo preditivo para auxiliar médicos no diagnóstico da doença.

Resultados da terceira fase do mapeamento da COVID-19 em São Paulo

Pesquisa estima 1,5 milhão de pessoas com 18 anos ou mais infectadas pelo novo coronavírus na capital paulista. Dados são da terceira etapa do projeto de monitoramento da soroprevalência do SARS-CoV-2 no município; baixa renda segue como grupo mais atingido pela pandemia.

Campanha Cuide com Todo Coração

Ele está com você desde o primeiro instante. Acompanhando a sua trajetória pelas batidas. Pulsando a cada nova etapa, conquista, sensação. E agora, mais do que nunca, você deve entendê-lo. Prevenindo-se para que o amanhã seja sempre melhor. Por isso vamos falar desse órgão tão importante nos próximos dias, para que você aprenda ou continue a cuidar dele com todo o seu coração.

Aleitamento Materno – Agosto Dourado

A amamentação é uma das melhores estratégias para salvar vidas infantis e melhorar a saúde e o desenvolvimento econômico e social dos indivíduos e das nações. Vale ressaltar que o profissional de saúde deve sempre informar sobre a importância da amamentação e apoiar a resolução materna. O suporte à mulher que amamenta é fundamental para a manutenção do aleitamento materno.