Fique de Olho | Revista Fleury Ed. 14

O colírio fica esquecido por tempos no armário até que, um belo dia, uma irritação nos olhos aparece. Para aplacar o incômodo, você simplesmente abre a portinha do armário e aplica a solução nos olhos, como costuma fazer.

O colírio fica esquecido por tempos no armário até que, um belo dia, uma irritação nos olhos aparece. Para aplacar o incômodo, você simplesmente abre a portinha do armário e aplica a solução nos olhos, como costuma fazer. Esse hábito simples pode causar sérios problemas. Em vez de aliviar os sintomas, o mau uso do colírio pode desencadear desde problemas como dilatação da pupila e perda temporária da visão de perto até doenças como glaucoma e catarata. "Existem mais de 50 tipos de colírios no mercado brasileiro. Apenas de lágrima artificial são mais de 20 opções", diz Márgara Johanson, oftalmologista do Fleury. Dentre os exemplos de automedicação equivocada, ela cita o uso de colírio antiinflamatório ou aqueles que clareiam o olho imediatamente. "Os colírios com corticóides podem provocar aumento da pressão intra-ocular e até mesmo levar ao glaucoma", adverte. Tempo seco, ar condicionado e poluição aumentam a sensibilidade e os casos de irritação e olho seco. A dica da especialista para quem quiser "limpar" os olhos ou aliviar uma irritação é lavar abundantemente os olhos com água e soro fisiológico e buscar orientação de um especialista o mais rápido possível.

Outras Notícias

Aleitamento Materno – Agosto Dourado

A amamentação é uma das melhores estratégias para salvar vidas infantis e melhorar a saúde e o desenvolvimento econômico e social dos indivíduos e das nações. Vale ressaltar que o profissional de saúde deve sempre informar sobre a importância da amamentação e apoiar a resolução materna. O suporte à mulher que amamenta é fundamental para a manutenção do aleitamento materno.

Webmeeting Centro de Infusões

Doença inflamatória intestinal e Covid-19: implicações em pacientes adultos e pediátricos

Hereditariedade das condições clínicas tratadas por infusões. É possível saber se meu filho também será acometido?

Ao receber o diagnóstico de uma doença grave, os pais sempre ficam aflitos para saber se ela é hereditária e qual a probabilidade de afetar os seus filhos. Para entender melhor essa questão, é preciso definir quais são as doenças tratadas por infusões que podem ser hereditárias.

Campanha Cuide com Todo Coração

Ele está com você desde o primeiro instante. Acompanhando a sua trajetória pelas batidas. Pulsando a cada nova etapa, conquista, sensação. E agora, mais do que nunca, você deve entendê-lo. Prevenindo-se para que o amanhã seja sempre melhor. Por isso vamos falar desse órgão tão importante nos próximos dias, para que você aprenda ou continue a cuidar dele com todo o seu coração.