Muito além do espelho | Revista Fleury Ed. 38

Cuidar da alimentação e controlar o peso é uma questão de saúde.

Cuidar da alimentação e controlar o peso é uma questão de saúde. Já os transtornos alimentares são uma condição devastadora, que atingem cerca de 110 mil pessoas, 1% da população mundial, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Conversamos com o psiquiatra Adriano Segal sobre o que é, como identificar e como ajudar quem sofre com a anorexia nervosa.

O que é a anorexia nervosa?

É um quadro psiquiátrico que atinge principalmente mulheres jovens, com picos de incidência aos 14 e aos 18 anos de idade. A doença também atinge homens, mas de forma menos frequente que as mulheres. É também o transtorno alimentar com descrições mais antigas na história – existem registros de sua presença desde o século 17.

Como é possível identificá-la?

A anorexia nervosa é caracterizada principalmente pelo baixo peso para a idade e para a altura, associado a um temor extremo relacionado ao ganho de quilos e à distorção da imagem corporal. A pessoa também tem a sensação de estar com peso normal ou elevado, mesmo quando a balança mostra um número baixo. Esses pacientes se recusam a comer e estima--se que até 20% dos casos não tratados evoluem com complicações graves.

Muita gente confunde anorexia com bulimia. Quais são as diferenças entre as duas doenças?

A razão da confusão é que existem dois subtipos de anorexia nervosa, a restritiva e a com episódios de compulsão alimentar associados a comportamentos compensatórios, como vômito e abuso de laxantes. Ao contrário da anorexia nervosa, na bulimia o peso do doente é próximo ao normal, podendo ser até um pouco mais alto. A distorção da imagem não é marcada e também não há recusa em se alimentar.

Que sinais no comportamento dos jovens devem alertar os pais para a presença da condição?

Perda de peso acentuada, retirada gradativa de grupos alimentares da dieta, ritualizações alimentares, alterações de humor e de personalidade, prejuízo de desempenho escolar e diminuição do círculo de amizades. Esses sinais, quando presentes em conjunto, podem indicar a presença da anorexia nervosa e, portanto, diante de um ou mais deles, pode ser adequado procurar por um psiquiatra.

“A anorexia nervosa é um quadro crônico e recorrente, e a grande dificuldade é que o paciente não se percebe doente.”
Adriano Segal

Outras Notícias

Relatório Anual de Sustentabilidade 2019

Acesse o Relatório Anual de Sustentabilidade 2019 do Grupo Fleury, baseado nas diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI) em sua versão Standard, opção Essencial, e em linha com as orientações do Relato Integrado (IR).

Semana Mundial de Conscientização Sobre Alergias

A Organização Mundial de Alergia (World Allergy Organization/WAO) realiza anualmente, juntamente com as diversas sociedades de alergia no mundo, uma semana para a conscientização sobre as doenças alérgicas e suas alterações. A partir de hoje e até o dia 4 de julho traremos informações sobre uma alergia diferente.

Checkpoints para o seu tratamento infusional: O passo a passo para alcançar mais qualidade de vida.

Qualidade de vida é uma das maiores aspirações do ser humano, expectativa que parece distante para quem sofre de doenças crônicas e incapacitantes. Mas, com o avanço das pesquisas e dos novos medicamentos da terapia infusional, é possível um cotidiano mais confortável e com maior autonomia. Para você iniciar seu tratamento com mais tranquilidade e saber quais resultados esperar, trouxemos algumas respostas para ajudá-lo.

Grupo Fleury participa do processo de testes para vacina contra a COVID-19

Grupo Fleury realizará testes para 2 mil candidatos selecionados pela Unifesp para estudo sobre a vacina contra a COVID-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford. Em estudo conduzido pela Escola Paulista de Medicina, da Unifesp, Grupo fará exames do tipo sorológico durante triagem de participantes de experimento. Vacina está sendo testada em 50 mil pessoas em vários lugares do mundo. IMPORTANTE: Os 2000 candidatos para o estudo da vacina serão selecionados exclusivamente pela Unifesp. Nossa central de atendimento não recebe candidaturas.