Informe-se sobre COVID-19 clicando aqui

Por uma vida ativa | Revista Fleury Ed. 38

Ter atitude requer verdade e firmeza. Um tanto de coragem, mas principalmente muito preparo.

Ter atitude requer verdade e firmeza. Um tanto de coragem, mas principalmente muito preparo. Como nos lembra o navegador Amyr Klink, na entrevista de capa, coragem não é se lançar no vazio. O medo faz parte da aventura da vida e pode ser produtivo. Para agir, é preciso planejar, projetar, antecipar possibilidades, imaginar imprevistos. A partir daí, construir uma base. Cuidar do corpo, antes de tudo. Das fundações. Abastecer-se de conhecimento e de ferramentas. E, assim, estar pronto para agir em qualquer condição que vier pela frente, de peito aberto, pés no chão e a cabeça onde for possível sonhar.

Nesta edição da Revista Fleury, fazemos um convite à ação – refletida. Pode ser uma grande jornada inspirada pela conversa com Amyr ou uma nova postura frente à vida provocada por Déborah Aquino na seção Entre Aspas. Ou ainda uma pequena atitude que pode mudar o seu jeito de conviver em seu prédio, seu bairro, sua cidade, como ousaram Claudia, Andrea, Yuri e Daniel, da matéria “Por um coletivo melhor”. Pode ser a iniciativa de exercer a sua profissão de um jeito mais humano, como os médicos que acompanham a realização de exames. Ou até mesmo participar ou iniciar um projeto de voluntariado, como fez Dorinho ao criar o programa Voluntários do Sertão.

Que as marés revoltas sejam motivação. Como nos ensinam Luana e Luiz, na nossa matéria de Saúde, obstáculos pedem cuidado, mas não são empecilhos – eles nos mostram que podemos fazer tudo o que desejarmos, quando cuidamos da nossa saúde. #SaúdeéPoder

Boa leitura!