Refeição de canudinho | Revista Fleury Ed. 24

Os shakes fazem perder peso rapidamente, é fato. Mas, sem equilíbrio alimentar, será por um curto período de tempo. E o pior: os quilos podem voltar em dobro

Os shakes fazem perder peso rapidamente, é fato. Mas, sem equilíbrio alimentar, será por um curto período de tempo. E o pior: os quilos podem voltar em dobro

Se em algum momento da vida você já esteve acima do peso ideal, certamente se deparou com ""fórmulas mágicas"" que ajudam a perder aqueles quilinhos a mais com pouco ou nenhum esforço. Criados nos Estados Unidos nos anos 1980 com a promessa de serem substitutos nutritivos e de baixa caloria para as refeições comuns, os shakes engrossam a lista das soluções milagrosas para ficar de bem com a balança. Mas será que realmente cumprem as promessas da embalagem?

Antes de optar pelas chamadas “refeições de canudinho"",  vale lembrar que uma dieta equilibrada e não restritiva é fundamental para alcançar o peso ideal a longo prazo e driblar o grande vilão dos regimes – o interminável “emagrece e engorda”, também chamado de “efeito sanfona”. Assim, o primeiro passo para fazer as pazes com a balança é consultar um nutricionista. “Não é recomendável tomar esses shakes por conta própria, sem orientação”, alerta Antonio Herbert Lancha Jr., chefe do Laboratório de Nutrição e Metabolismo Aplicados à Atividade Motora da Universidade de São Paulo (USP).

Mesmo sob orientação, o uso dos shakes deve ser restrito e substituir, no máximo, uma refeição por dia. Nesse caso, as demais refeições devem ser completas, de modo a suprir as carências nutricionais. Também é preciso considerar o gasto calórico diário – quem pratica atividade física, por exemplo, precisa ingerir mais calorias que uma pessoa sedentária. Por isso, o ideal mesmo é buscar o equilíbrio. “O uso de shakes não corrige os problemas causados por uma alimentação irregular e de má qualidade. Passado um tempo, se não houver reeducação alimentar, a pessoa volta a engordar”, afirma Lancha Jr.

Na hora de perder peso, nenhum nutriente (carboidratos, lipídios, proteínas, gorduras, vitaminas, minerais) deve ser deixado de lado. O vaivém da balança causado pela falta de equilíbrio alimentar pode levar a variações de pressão arterial, glicemia, resistência à insulina e colesterol, entre outros problemas potencializados pelo efeito sanfona. ""Soluções imediatistas podem ser mais prejudiciais do que permanecer acima do peso”, diz Lancha Jr.

Restrições alimentares
É difícil resistir à tentação de perder peso rapidamente, sem se esforçar para mudar os hábitos. Mas, além de não contribuírem para a reeducação alimentar, os shakes também não são alimentos completos. “Nenhum deles é capaz de suprir completamente a necessidade alimentar”, afirma Lancha Jr. Segundo a nutricionista esportiva e clínica Cíntia de Castro Gimenes, as “refeições de canudinho” possuem uma quantidade restrita de calorias e gorduras. “Elas também apresentam porcentagem excessiva das calorias em forma de proteínas, carboidratos simples e corantes, e não seguem as proporções de nutrientes de uma dieta balanceada.” O emagrecimento rápido alcançado com o consumo de shakes também causa a perda de massa muscular, água, eletrólitos e minerais em vez de gordura, além de desregular o metabolismo, que fica mais lento.

A receita para o tratamento do sobrepeso e da obesidade, lembra Cíntia, é considerar as diferenças individuais e alterar a rotina, com a adoção de uma vida mais ativa e de uma dieta equilibrada. “Não apenas por um curto espaço de tempo, mas para toda a vida e para toda a família”, salienta. Ela cita, ainda, os preceitos do guia alimentar do Ministério da Saúde. “Para emagrecer com saúde, é preciso adotar um modo de vida saudável, com uma prática alimentar balanceada, consumo de alimentos de preferência in natura, integrais ou pouco processados, além da adoção de outras atitudes como a diminuição do sedentarismo.”

Vale lembrar

Em vez de optar pelos shakes para ficar mais feliz com seu corpo, experimente comer de tudo, mas em menor quantidade. Reduza frituras, doces, refrigerantes e alimentos gordurosos, beba bastante água, não fique mais do que três horas sem comer (que tal ter sempre à mão frutas, iogurtes ou barras de cereais?) e não deixe de se exercitar. Essas pequenas mudanças de hábito podem fazer uma grande diferença e ajudar você a ter mais saúde e autoestima de maneira equilibrada e duradoura.

Outras Notícias

Relatório Anual de Sustentabilidade 2019

Acesse o Relatório Anual de Sustentabilidade 2019 do Grupo Fleury, baseado nas diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI) em sua versão Standard, opção Essencial, e em linha com as orientações do Relato Integrado (IR).

Semana Mundial de Conscientização Sobre Alergias

A Organização Mundial de Alergia (World Allergy Organization/WAO) realiza anualmente, juntamente com as diversas sociedades de alergia no mundo, uma semana para a conscientização sobre as doenças alérgicas e suas alterações. A partir de hoje e até o dia 4 de julho traremos informações sobre uma alergia diferente.

Checkpoints para o seu tratamento infusional: O passo a passo para alcançar mais qualidade de vida.

Qualidade de vida é uma das maiores aspirações do ser humano, expectativa que parece distante para quem sofre de doenças crônicas e incapacitantes. Mas, com o avanço das pesquisas e dos novos medicamentos da terapia infusional, é possível um cotidiano mais confortável e com maior autonomia. Para você iniciar seu tratamento com mais tranquilidade e saber quais resultados esperar, trouxemos algumas respostas para ajudá-lo.

Grupo Fleury participa do processo de testes para vacina contra a COVID-19

Grupo Fleury realizará testes para 2 mil candidatos selecionados pela Unifesp para estudo sobre a vacina contra a COVID-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford. Em estudo conduzido pela Escola Paulista de Medicina, da Unifesp, Grupo fará exames do tipo sorológico durante triagem de participantes de experimento. Vacina está sendo testada em 50 mil pessoas em vários lugares do mundo. IMPORTANTE: Os 2000 candidatos para o estudo da vacina serão selecionados exclusivamente pela Unifesp. Nossa central de atendimento não recebe candidaturas.