Seis perguntas sobre o acompanhamento psicológico na gestação

A gestação é vista como um momento pleno e, muitas vezes, falar de suas dificuldades nesse período torna-se algo extremamente difícil. Daniele Nonnemnacher, psicóloga do Fleury Medicina e Saúde, explica a importância do acompanhamento psicológico para a gestante e para o casal.

Daniele Nonnenmacher, psicóloga do Gestar Fleury, serviço dedicado à medicina fetal do Fleury Medicina e Saúde, explica por que é importante para a gestante contar com o apoio psicológico nesse momento tão delicado da sua vida.

1) Qual é a importância do acompanhamento psicológico da gestante?
A gestação é uma experiência complexa, que exige mudanças e adaptações de ordem física, social e psíquica. É um momento que desperta sentimentos intensos e, por vezes ambivalentes, estando presentes conteúdos inconscientes da mulher. Ser mãe não é uma tarefa simples, e, por mais desejada que possa ter sido a gestação, ela desperta medos, incertezas e ansiedades frente à nova perspectiva que se apresenta. Nesse período, a mulher revive questões de sua infância e de seu relacionamento com os pais, e a forma como enfrentará as mudanças dessa fase da vida depende de suas experiências anteriores.

2) Como se dá o processo de transição para o papel de mãe?
Além das alterações nos papéis social e familiar, que são parte integrante desse processo de transição, emergem medos relacionados à situação do bebê e às mudanças que sua vida e sua rotina terão. Sabe-se também que algumas complicações obstétricas estão relacionadas com fatores emocionais. O acompanhamento psicológico atua como espaço de escuta e acolhimento, prestando suporte e possibilitando que a mulher fale e reflita sobre seus sentimentos, medos e angústias, buscando compreendê-los e enfrentá-los.

3) De que maneira o acompanhamento psicológico pode ajudar?
Socialmente, a gestação é vista como um momento pleno, e, muitas vezes, falar de suas dificuldades nesse período torna-se algo extremamente difícil. No acompanhamento psicológico, a gestante poderá expor suas dúvidas e sentimentos, posicionando-se diante delas de outra maneira, compreendendo seu momento sem tantas cobranças pessoais e sociais, vivenciando a gestação de forma mais plena e saudável, favorecendo, assim, o equilíbrio nas relações e o estabelecimento do vínculo mãe-bebê.

4) Quais são as principais características psicológicas da gestante?
Por ser um momento de transição influenciado por questões sociais, culturais e psíquicas, é difícil estabelecer um perfil determinante da gestante.  No entanto, sabemos que algumas características são encontradas com maior frequência devido à ansiedade e à insegurança que se instalam. Observam-se oscilações de humor, ambivalências, inquietação, irritabilidade, sensibilidade aumentada, preocupações e receios constantes (com o corpo, com a saúde fetal, com a capacidade de cuidar de um bebê, entre outras), além de comportamentos mais regressivos. Sabe-se que características psíquicas prévias da mulher, sua história de vida e sua relação parental, bem como o suporte que lhe é disponibilizado nesse período, influenciam de forma significativa a maneira como ela lidará com as questões que se apresentam no período gestacional.

5) E quando a gestante sente vontade de chorar sem motivo, o que deve fazer?
É importante que a gestante possa chorar e que esse momento seja respeitado. Nem todo choro significa um estado depressivo ou é preocupante. Em muitas situações, o choro é uma das estratégias que temos de expressar o que sentimos, mesmo que aos olhos dos outros pareça não ter “motivo”. Nesse período, a sensibilidade aumenta, e, muitas vezes, a forma de descarregarmos as angústias que vivenciamos é por intermédio do choro. Nem sempre os motivos serão conscientemente mencionáveis. A intensidade e a frequência com que ele surge e sua associação ou não com outras questões ou sintomas é que poderão dizer se faz parte do momento vivenciado ou se prediz algo mais sério.

6) Como funciona o acompanhamento oferecido pelo Gestar Fleury?
O acompanhamento psicológico oferecido pelo Gestar Fleury funciona em duas modalidades, tanto como suporte imediato diante de algum diagnóstico inesperado ou por meio da consulta agendada. Encontra-se disponível na Unidade Paraíso do Fleury Medicina e Saúde, no Bairro Bela Vista, em São Paulo, e destina-se às gestantes ou casais que realizam seus exames no Gestar Fleury. Visa, além do suporte, possibilitar à gestante ou casal e a seu obstetra o amparo nos aspectos que envolvem um momento tão significativo no ciclo vital.

Sobre o Fleury Medicina e Saúde
Referência nacional em medicina diagnóstica, o Fleury oferece mais de 3 mil diferentes testes em 37 diferentes especialidades médicas. Também é precursor no conceito de centro de medicina diagnóstica integrada.

Seu serviço de Check-up oferece soluções para empresas e clientes individuais, além de produtos diferenciados como o Check-up Fitness, para atletas iniciantes ou profissionais, e o Check-up do Viajante, para aqueles que pretendem viajar para localidades de risco. Além da área diagnóstica, o Fleury mantém o serviço de vacinação e o núcleo de aconselhamento genético, para detecção de risco para doenças genéticas e oncológicas. Há ainda o serviço de Promoção de Saúde, que atende clientes empresariais e individuais de forma integrada. O Fleury possui 22 unidades de atendimento nos municípios de São Paulo (SP), Santo André (SP), São Bernardo do Campo (SP), Barueri (SP), Campinas (SP), Jundiaí (SP) e Rio de Janeiro (RJ), além de Brasília (DF).

Outras Notícias

Webmeeting Centro de Infusões

Doença inflamatória intestinal e Covid-19: implicações em pacientes adultos e pediátricos

Hereditariedade das condições clínicas tratadas por infusões. É possível saber se meu filho também será acometido?

Ao receber o diagnóstico de uma doença grave, os pais sempre ficam aflitos para saber se ela é hereditária e qual a probabilidade de afetar os seus filhos. Para entender melhor essa questão, é preciso definir quais são as doenças tratadas por infusões que podem ser hereditárias.

Campanha Cuide com Todo Coração

Ele está com você desde o primeiro instante. Acompanhando a sua trajetória pelas batidas. Pulsando a cada nova etapa, conquista, sensação. E agora, mais do que nunca, você deve entendê-lo. Prevenindo-se para que o amanhã seja sempre melhor. Por isso vamos falar desse órgão tão importante nos próximos dias, para que você aprenda ou continue a cuidar dele com todo o seu coração.

Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais

As hepatites virais são um problema mundial para a saúde pública. Embora possam ser causadas por diferentes vírus, elas apresentam sintomas similares, dificultando seu diagnóstico sem o uso de exames específicos. A seguir você vai conhecer mais sobre essas afecções.