Varizes: tudo o que você queria saber

Especialista do Fleury Medicina e Saúde esclarece dúvidas comuns sobre varizes, mal que acomete 40 milhões de brasileiros. Exame Doppler ajuda a identificar varizes imperceptíveis

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), as varizes acometem cinco vezes mais mulheres do que homens, chegando a atingir 60% da população feminina com mais de 50 anos. Estimativas da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular apontam que 50% das mulheres e 37% dos homens brasileiros desenvolvem varizes em algum grau. Diante desse quadro, e para orientar essa população, o radiologista André Paciello, do Fleury Medicina e Saúde, esclarece as principais dúvidas:

1. O que são as varizes?
As varizes, por definição, são veias dilatadas. Aparecem mais comumente nos membros inferiores, mas podem surgir em qualquer outra parte do corpo.

2. Em que idade costumam aparecer as varizes nos membros inferiores?
A partir da terceira e quarta décadas de vida.

3. Quais seriam as causas do seu surgimento?
A causa mais comum relaciona-se aos componentes hereditários, acentuados por fatores externos, como hábitos posturais inadequados, sedentarismo, obesidade, musculação em excesso, uso constante de salto alto ou de calças muito justas, intestino preso, viagens longas e uso contínuo e prolongado de pílulas anticoncepcionais.

4. E quais seriam as formas de prevenir?
A doença pode ter seu curso modificado pela utilização de meias elásticas. É também importante evitar o sobrepeso e as condições de risco exemplificadas acima.

5. Há maior prevalência em algum dos sexos?
Sim, todas as pesquisas apontam que a prevalência é maior entre as mulheres do que entre os homens. Acredita-se que fatores hormonais atuando sobre a parede das veias sejam responsáveis por essa predominância.

6. Como é feito o diagnóstico das varizes?
Quando a dilatação das veias é visível na pele ou sob ela, o diagnóstico é clínico. Por outro lado, o estudo ultrassonográfico com Doppler é fundamental, porque nem todas as varizes são aparentes ao exame físico. A técnica utiliza-se do efeito Doppler para caracterizar o fluxo nos vasos sanguíneos, isto é, baseia-se na variação de frequência entre as ondas sonoras emitidas e as captadas pelo aparelho, produzida pelo movimento das hemácias no interior dos vasos. Para ficar mais claro, é semelhante ao que acontece quando ouvimos uma sirene de ambulância e, pela característica mais aguda ou mais grave do som, sabemos se está se aproximando ou se distanciando. O exame é extremamente simples e não há necessidade de utilização de radiação, contraste ou qualquer preparo.

7. Quais são as opções de tratamento para varizes?
Desde clínicas, com mudanças de hábitos de vida e utilização de meias elásticas, até cirúrgicas, que podem ser convencionais ou endoscópicas.

Outras Notícias

Não tenha medo do tratamento infusional, ele fará sua vida melhor

Dúvidas nunca faltam quando você começa um novo tratamento. Como em todas as situações novas, por vezes você se sente inseguro e busca informações na internet ou troca ideias com pessoas próximas, para entender melhor o que enfrentará. O mesmo ocorre com o tratamento por infusão, cuja recomendação médica vem se tornando mais frequente a cada dia; pois, resultado de pesquisas científicas comprovam, cada vez mais, os benefícios da terapia biológica no controle dos sintomas, em doenças crônicas autoimunes.

Grupo Fleury desenvolve teste de diagnóstico da COVID-19 inédito no mundo

O novo teste detecta proteínas do novo coronavírus e abre oportunidade para estudo da dinâmica da doença. Com objetivo de ofertar testagem em larga escala para regiões afastadas, método proteômico por espectrometria de massas garante estabilidade de amostras e possibilita mais rapidez no resultado e com custo menor.

Semana Internacional da Tiroide

De 25 a 29 de maio acontece a campanha de conscientização sobre as disfunções tireoidianas - a Semana Internacional da Tiroide.

Grupo Fleury Explica - Episódio 4

Neste novo episódio, Dr. Mário Burlacchini responde dúvidas comuns para as grávidas e traz indicações importantes relacionadas ao novo Coronavírus.