Ácido trans-trans-mucônico, dosagem, urina

Agendamento

Este exame nao necessita ser agendado.

Prazo de Entrega

Em até 15 dias corridos às 18h

Orientações necessárias

I- Material: -Este exame pode ser feito em amostra isolada de urina e/ou urina de 24 horas. - Exame realizado em amostra isolada de urina após o período trabalhado do terceiro dia consecutivo de trabalho. - Para clientes do sexo feminino, o ideal é não estar menstruada. - Para urina de 24 horas retirar Frasco na unidade II - Coleta - O procedimento não pode ser feito no posto de trabalho. Quando realizado nas dependências da empresa, deve ser feito no ambulatório ou em outro ambiente limpo e sem contaminação. - Antes da coleta, deve ser feita rigorosa higiene das mãos. - O cliente não deve usar a vestimenta usual de trabalho ao coletar esse exame. III - Prazo para entrega do material: - O material, refrigerado, deve ser entregue no Fleury até dois dias após o término da coleta.

Processamento e adequação da amostra

Urina isolada: - Amostra isolada de urina sem conservador, jato médio, colhida em frasco cristal de tampa branca - Enviar refrigerado. - Volume mínimo: 20 mL Urina de 24 horas: - Urina de 24 horas, colhida em frasco de urina Livre de metal (1 litro). Alíquotar no mínimo 20 ml em frasco cristal de tampa branca. Manusear o menos possível para evitar contaminação da amostra. - Para mulheres, o ideal é não estar menstruada. ATENÇÃO - Em se tratando da coleta de metais, frascos com tampas coloridas (Ex.: estéril), não podem ser utilizados, pois podem trazer algum tipo de contaminante." Estabilidade da amostra Temperatura ambiente: não aceitável Refrigerada (2-8 ºC): 5 dias Congelada (-20 ºC): não aceitável

Método

- Cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC).

Valor de referência

- Até 0,5 mg/g de creatinina. - Limite de tolerância biológica: não estabelecido.

Interpretação e comentários

O benzeno é um líquido incolor, volátil e de odor aromático. Não se deve confundir com benzina, solvente orgânico, pois esta última é uma mistura de vários hidrocarbonetos, sendo que o benzeno propriamente dito aparece como contaminante. O benzeno é onipresente no ambiente. A maior parte da população geral está exposta na atmosfera urbana e industrial ao benzeno por meio de uma variedade de fontes. A maior parte das fontes são devido à queima de combustíveis, às emissões industriais e ao hábito de fumar (fumo ativo e passivo). Tal substância está presente na indústria química, plásticos, borracha, petróleo, farmacêutica, inseticidas, explosivos, solventes e removedores. Pode também estar presente como contaminante em colas, tintas vernizes e combustíveis. As vias de entrada no organismo são: cutânea, inalatória, mucosa e digestiva. Aproximadamente 50% do benzeno inalado é absorvido e a metabolização principal ocorre no fígado. O benzeno é solúvel em tecido adiposo, sendo possível quantificar seus metabólitos na urina até 48 horas após a exposição. A exposição aguda se caracteriza, no trato respiratório, por tosse, dispneia, cianose, broncoespasmo, penumonite; no trato digestório, por náuseas, vômitos, dor abdominal; e hematêmese. Causa irritação na pele e mucosas, arritmias ventriculares e anemia hemolítica. No sistema nervoso central e em casos de exposição aguda causa cefaleia, ataxia, alterações visuais, irritabilidade, torpor, letargia, convulsões, alucinações, euforia, agitação, espasmos musculares, tremores e hiperreflexia. No sangue pode levar à pancitopenia. O benzeno é um carcinógeno bem identificado. A exposição crônica pode estar associada à ocorrência de leucemias, mielomas e linfomas, além de causar anemia aplásica e hepatopatia. Seu metabólito mais abundante é o fenol. Contudo, o ácido trans-trans mucônico, que é formado a partir do benzeno em pequenas proporções, é recomendado como indicador biológico para exposição a baixas concentrações de benzeno. A portaria 34 de 20-12-2001 recomenda a coleta da urina a partir do terceiro dia seguido de exposição. O tabagismo pode ocasionar elevação dos níveis de ácido trans-trans mucônico. A exposição concomitante ao tolueno pode interferir nos resultados. O sorbitol, um aditivo de alimentos, pode provocar uma discreta interferência, que é minimizada coletando a urina no final da jornada de trabalho; O ácido trans-trans mucônico pode eventualmente estar presente em amostras de pessoas não expostas do ponto de vista ocupacional. Os valores de referência habitualmente já contemplam essas interferências. Vale destacar que a exposição ocupacional deve, além deste exame, contemplar hemograma e contagem de reticulócitos.

Dias de Medicamento

0

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (11) 3179-0822

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 6x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: (11) 3179-0822