Alirocumabe PRALUENT, somente aplicação, subcutâneo

Orientações necessárias

I - Informações sobre a administração do medicamento - O medicamento alirocumabe deve ser administrado por via subcutânea (SC, no tecido abaixo da pele) em adultos com mais de 18 anos. II - Critérios de realização - A administração dessa medicação pode ser realizada somente com prescrição médica. - Não é necessário jejum, mas o paciente deve evitar refeições pesadas nas últimas 4 horas que antecedem a infusão. - A primeira administração de alirocumabe é realizada após entrevista médica. Nos dias que antecedem ao agendamento um médico do Fleury entrará em contato via telefone com o paciente para fazer uma entrevista prévia com o intuito de avaliar as condições clínicas do paciente. Esta etapa é fundamental para a confirmação da aplicação.

Interpretação e comentários

I - Informações sobre o alirocumabe - O alirocumabe é um anticorpo monoclonal totalmente humano contra a PCSK9 (proproteína convertase subtilisina quexina tipo 9), secretada por células do fígado. O colesterol LDL é normalmente removido de circulação através de ligação aos receptores específicos em seu fígado. A PCSK9 reduz o número desses receptores e isso faz com que a concentração sérica de colesterol LDL aumente. Através do bloqueio da PCSK9, o alirocumabe aumenta o número de receptores disponíveis para ajudar a remover o colesterol LDL e com isso promove a redução de seus níveis no sangue. II - Indicações do alirocumabe A indicação, em bula, para uso do alirocumabe é adultos com hipercolesterolemia primária (familiar heterozigótica e não familiar) ou dislipidemia mista, como adjuvante ao tratamento dietético. Em pacientes incapazes de atingir os níveis alvos predefinidos colesterol LDL, com dose máxima tolerada de estatina. O alirocumabe pode ser administrado em combinação à estatina ou à estatina associada a outras terapias hipolipemiantes. O alirocumabe também é indicado para pacientes que apresentam intolerância à estatina, seja como monoterapia ou em associação a outra terapia hipolipemiante. Ainda não foi comprovado que o tratamento com alirocumabe apresente efeito sobre a morbidade e mortalidade cardiovascular.

Doses e intervalos

(a princípio, será seguida a prescrição médica; caso haja alguma discrepância evidente em relação às doses abaixo preconizadas, o médico do atendimento deve ser alertado): - Há dois esquemas posológicos recomendados para o uso do alirocumabe: O esquema inicial inclui a administração de 75mg por injeção subcutânea, uma vez a cada duas semanas. Para casos refratários, aumenta-se a dose do alirocumabe para 150mg uma vez a cada duas semanas. Os níveis de lípides séricos podem ser avaliados a partir de 4 semanas após o início do tratamento com alirocumabe ou após ajuste da dose.

Efeitos adversos

Os principais eventos adversos do alirocumabe incluem reações no local de aplicação (6,1%), elevação de enzimas hepáticas (2,5%), reações alérgicas (1,0%) e sintomas de vias aéreas superiores (1,7%) como coriza, espirros e dor orofaríngea. Anticorpos antidroga foram observados em 4,8% dos pacientes tratados com alirocumabe, mas na maioria das vezes em baixos títulos e não neutralizantes.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou entre em contato com a nossa Central de Atendimento pelo Whatsapp (11) 3179-0822.

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 10x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame pelo Whatsapp (11) 3179-0822.