Antígeno prostático específico livre, soro

Outros nomes:
ANTÍGENO PROSTÁTICO ESPECÍFICO LIVRE NO SORO
APE - ANTIGENO PROSTATICO ESPECIFICO LIVRE
ANTIGENO PROSTATICO ESPECIFICO, LIVRE, SORO
PSA LIVRE ULTRASSENSIVEL
PSA LIVRE
PROSTATA, PSA LIVRE
PSA LIVRE ULTRA SENSIVEL
ANTIGENO PROSTATICO ESPECIFICO LIVRE
PSA LIVRE ULTRA-SENSIVEL

Jejum

Para todas as idades jejum mínimo necessário de 3 horas

Agendamento

Este exame nao necessita ser agendado.

Prazo de Entrega

Em até 1 dia útil (incluindo sábados) às 12h

Orientações necessárias

- Preparo: - Não ter ejaculado nas últimas 48 horas. - Não ter feito exercício em bicicleta (ergométrica ou não) nos últimos 2 dias. - Não ter andado de motocicleta nos últimos 2 dias. - Não ter praticado equitação nos últimos 2 dias. - Não ter feito uso de supositório, sondagem uretral ou toque retal nos últimos 3 dias. - Não ter realizado cistoscopia nos últimos 5 dias. - Não ter realizado ultra-som transretal nos últimos 7 dias. - Não ter realizado colonoscopia ou retossigmóidoscopia nos últimos 15 dias. - Não ter realizado estudo urodinâmico nos últimos 21 dias. - Não ter realizado biópsia de próstata nos últimos 30 dias. - O uso de biotina e suplementos alimentares que contenham biotina devem ser suspensos 3 dias antes da coleta. OBS: Nos casos de prostatectomia total (retirada total da próstata), não é necessário o preparo, com exceção do jejum de três horas.

Processamento e adequação da amostra

Receber a amostra em embalagem REF e mantê-la nesta condição até a manipulação. - Aguardar 30 minutos; - Centrifugar a 2200 g por 10 minutos a 18 ºC; - Não aliquotar; - Soro (volume ideal: 1,0 mL; volume mínimo: 0,5 mL); - Enviar à seção em gelo reciclável Atenção: - Não aceitar soro inativado ou contendo azida sódica. Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: 6 horas; Refrigerada (2-8ºC): 24 horas; Congelada (-20ºC): 1 mês.

Método

- Eletroquimioluminométrico.

Valor de referência

.- Não há um valor referencial de PSA total aplicável a todos os indivíduos.O resultado deve ser interpretado levando-se em conta vários fatores, como a idade do paciente, história clínica, volume prostático e uso de medicação. Considera-se adequado um valor abaixo de 2,5 ng/mL para pacientes não submetidos a procedimentos cirúrgicos da próstata ou em tratamento específico. - Nos intervalos de PSA total entre 2,5 e 12,0 ng/mL, os valores da relação PSA livre/PSA total acima de 0,15, sugerem de hiperplasia benígna da próstata.

Interpretação e comentários

- O antígeno prostático específico (PSA) é uma enzima com atividade proteolítica, produzida normalmente pelas células epiteliais de revestimento dos ácinos e ductos de algumas glândulas, especialmente a próstata. Como as células neoplásicas também produzem PSA, ele tem sido utilizado como marcador de câncer de próstata, sendo útil como parâmetro auxiliar no diagnóstico, junto com o toque retal, ultra-som e, eventualmente, biópsia e no acompanhamento de pacientes com câncer de próstata já diagnosticado e tratado, para a detecção precoce de recorrência da doença. - Na circulação sangüínea, o PSA pode ser encontrado na forma livre e complexado com algumas outras proteínas, principalmente alfa-2 macroglobulina e alfa-1 antiquimiotripsina. O PSA ligado à alfa-2 macroglobulina não é dosado pelos métodos habituais dos laboratórios clínicos. Podem ser dosados o PSA total, o livre e o complexado à alfa-1 antiquimiotripsina. Ainda que haja divergências sobre a utilidade da dosagem isolada do PSA complexado (PSAc), alguns trabalhos têm sugerido que a sua concentração pode ser mais discriminante entre câncer e hiperplasia benigna de próstata. A dosagem do PSA livre só tem indicação quando o PSA total estiver entre os valores de 2,5 e 12 ng/mL. Para o PSA complexado, parece haver interesse tanto nessa faixa quanto em valores mais baixos. - A dosagem do PSA total pode ser utilizada na detecção precoce do câncer de próstata, sempre associado ao toque retal. O PSA também se relaciona com o tamanho do tumor e extensão da doença; neoplasias restritas à próstata raramente tem níveis de PSA superiores a 50 ng/mL. A maior utilidade do teste reside na avaliação da eficácia terapêutica e na detecção precoce de recidivas. - Níveis de PSA entre 4 e 10 ng/mL são de difícil avaliação, pois podem corresponder à hipertrofia benigna da próstata, sugerindo-se, nesses casos, determinação do PSA total e livre ou do PSA complexado.

Dias de Medicamento

0

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (11) 3179-0822

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 6x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: (11) 3179-0822