Calprotectina, dosagem, fezes

Outros nomes:
CALPROTECTINA FECAL
CALPR OTECTINA NAS FEZES
DOSAGEM DE CALPROTECTINA NAS FEZES

Agendamento

Este exame nao necessita ser agendado.

Prazo de Entrega

Em até 3 dias úteis (sem contar o sábado) às 18h

Método

Turbidimetria

Valor de referência

- Até 50 mcg/g fezes: normal; - De 50 a 200 mcg/g fezes: duvidoso*; - Acima de 200 mcg/g fezes: alterado, sugestivo de doença inflamatória intestinal em atividade (*) Se solicitado para triagem para doença inflamatória intestina (DII), sugere-se a investigação com colonoscopia. Se solicitado para acompanhamento de atividade de DII, é possível indicar doença ativa, sabendo-se, no entanto, que a alteração da calprotectina pode preceder a lesão macroscópica da mucosa. Fonte: Naismith GD, et al. A prospective evaluation of the predictive value of faecal calprotectin in quiescent - Crohn's disease, J Crohns Colitis (2014).

Interpretação e comentários

- A calprotectina é um heterocomplexo proteico ligador de cálcio e zinco, presente em abundância nos neutrófilos. Por sua alta resistência à degradação e à sua estabilidade nas fezes, vem sendo utilizada como marcador não específico de inflamação intestinal. - Assim, apresenta-se elevada em adultos e crianças com doença inflamatória intestinal (DII), podendo ser usada tanto para triagem, na diferenciação entre síndrome do intestino irritável de DII, para indicação de colonoscopia, quanto no acompanhamento do tratamento, já que aumenta quando a doença está ativa e diminui na medida em que ela se mantém sob controle. - Apesar de os níveis de calprotectina estarem elevados em variados quadros de infecção intestinal em adultos e crianças, a concentração desse heterocomplexo é mais baixa nas DII.

Processamento e adequação da amostra

Volume ideal: 10 gramas Gerenciar o material e encaminhar refrigerado para o setor PARASITOLOGIA ATENÇÃO: Serão emitidas duas etiquetas, uma delas para o setor PAR, sigla CALPROEXT, e a outra etiqueta para o setor ESPB, sigla CALPRO. Colar a etiqueta do setor PAR no frasco zanata e a etiqueta do setor ESPB deve ser grampeada no protocolo de compartilhamento e encaminhada juntamente com saquinho plástico ZIP. Estabilidade da amostra: Refrigerada: 4 dias; Congelada: NÃO ACEITÁVEL.

Orientações necessárias

- Para o exame, é necessário retirar, no Fleury, a folha de instruções e o material adequado para a coleta da amostra. - Caso o cliente tenha realizado colonoscopia, a coleta de fezes deve ser realizada pelo menos 72 horas após o procedimento. - Colher preferencialmente a primeira evacuação do dia. - Para criança que use fralda ou que apresente quadro diarreico, as fezes precisam ser colhidas em saquinho coletor de urina, para evitar a absorção do material pela fralda, podendo ser mantidas e entregues nesse invólucro. - Mulheres não devem fazer a coleta durante a menstruação. Se isso não for possível, é preciso colocar tampão vaginal antes de evacuar. - - O exame deve ser realizado antes de qualquer procedimento que envolva o uso de contrastes radiológicos. - Após o uso de contrastes radiológicos via oral deve-se aguardar no mínimo 2 dias. - A amostra não pode estar contaminada com urina. - O exame pode ser entregue em até 72 horas, após coleta, se estiver refrigerado.

Dias de Medicamento

0

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (11) 3179-0822

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 6x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: (11) 3179-0822