Cromo, urina

Outros nomes:
CROMO, PESQUISA E DOSAGEM NA URINA

Agendamento

Este exame nao necessita ser agendado.

Prazo de Entrega

Em até 10 dias corridos às 18h

Orientações necessárias

I - Material - Este exame pode ser feito em amostra isolada de urina e/ou urina de 24 horas. - Para mulheres, o ideal é não fazer o exame durante a menstruação. Urina isolada: - No caso de avaliação ocupacional, a coleta deve ser feita no fim da jornada do último dia da semana de trabalho. - Para mulheres, o ideal é não fazer o exame durante a menstruação. Urina de 24 horas: - Retirar o frasco na unidade. II - Coleta - O procedimento não pode ser feito no posto de trabalho. Quando realizado nas dependências da empresa, deve ser feito no ambulatório ou em outro ambiente limpo e sem contaminação. - Antes da coleta, deve ser feita rigorosa higiene das mãos. - O cliente não deve usar a vestimenta usual de trabalho ao coletar este exame. III - Prazo para a entrega do material - A amostra deve ser refrigerada e entregue no Fleury até três dias após a coleta.

Processamento e adequação da amostra

Urina isolada: - Verificar se a amostra foi enviada em frasco cristal de tampa branca. Caso não seja esse o frasco, solicitar nova coleta. - Não manipular. - Enviar refrigerado. - Volume mínimo: 20 mL. Urina de 24 horas: - Urina de 24 horas, colhida em frasco de urina Livre de metal (1 litro). Alíquotar no mínimo 20 ml em frasco cristal de tampa branca. Manusear o menos possível para evitar contaminação da amostra. "ATENÇÃO - Em se tratando da coleta de metais, frascos com tampas coloridas (Ex.: estéril), não podem ser utilizados, pois podem trazer algum tipo de contaminante."

Método

- Espectrofotometria de absorção atômica.

Valor de referência

- Até 5,0 microgramas de cromo/g de creatinina . - Índice Biológico Máximo Permitido (IBMP): 30 microgramas de cromo/g de creatinina.

Interpretação e comentários

O cromo está presente em inúmeros processos industriais - galvanoplastia, soldagens, produção de ligas ferro-cromo, curtume, produção de cromatos, dicromatos, pigmentos e vernizes - nas formas trivalente e hexavalente. A dosagem de cromo na urina é útil na avaliação de toxicidade decorrente de exposição, geralmente ocupacional. As vias de entrada são cutânea, trato digestório e respiratório, sendo este último o mais importante do ponto de vista ocupacional. Quando inalado se acumula nos pulmões, sendo que a concentração pulmonar aumenta com a idade. Posteriormente, a absorção passa rapidamente para as células. Por esse motivo a dosagem sanguínea pode não ser representativa dos níveis desse elemento. O cromo trivalente é nutriente humano (dose diária de 50 a 200 mcg), mas o excesso de cromo pode causar dermatite e sua ingestão acidental é capaz de acarretar náuseas, vômitos, convulsões e coma. Quando o cromo está na forma de bicromato de potássio, é um potente tóxico para células tubulares renais. A ingestão de compostos hexavalentes de cromo ou a exposição acidental de 10% da superfície corporal ao ácido crômico produz insuficiência renal aguda, como também acarreta sensibilização cutânea e doenças respiratórias, como asma ocupacional. Cronicamente, pode causar úlceras de pele e de septo nasal. Como o cromo é dialisável, uma das formas de tratamento recomendadas é a diálise. Agentes quelantes não têm demonstrado eficiência.

Dias de Medicamento

IMPORTANTE: Anotar medicamento(s) do (s)último(s): 7 dias(s).

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (11) 3179-0822

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 6x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: (11) 3179-0822