Dehidroepiandrosterona, soro

Outros nomes:

ADRENAL, DEFICIT DE SINTESE, DHA

ADRENAL, DEHIDROEPIANDROSTERONA OU DHA

ANDROGENOS ADRENAIS, DEHIDROEPIANDROSTERONA

ANDROSTENOLONA

DEFEITO DE SINTESE ADRENAL, DHA

DEHIDROEPIANDROSTERONA NAO SULFATADA

DEHIDROISOANDROSTERONA

DHEA

HIRSUTISMO, DEHIDROEPIANDROSTERONA

Dehidroepiandrosterona

Deidroandrostenediona

Dehidroandrostenediona

Orientações necessárias

- A coleta deve ser feita preferencialmente até duas horas após o horário habitual de o cliente acordar. - É necessário que o cliente informe ao Fleury os medicamentos em uso, em especial cortisona ou outros corticosteróides.

Processamento e adequação da amostra

- Receber a amostra em embalagem REF e mantê-la nesta condição até a manipulação. - Aguardar 30 minutos - Centrifugar a 2200 g por 10 minutos a 18 ºC - Não aliquotar Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: não aceitável; Refrigerada (2-8 ºC): 28 dias; Congelada (-20 ºC): 28 dias.

Método

- Cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas em tandem.

Valor de referência

Crianças pré-púberes maiores de 1 ano : até 170 ng/dL (até 5,9 nmol/L) Adolescente e adultos até 30 anos : 240 a 1200 ng/dL(8,3 a 41,7 nmol/L) Acima de 31 anos : 120 a 870 ng/dL (4,2 a 30,2 nmol/L)

Interpretação e comentários

Os principais hormônios androgênicos no soro de mulheres adultas em idade fértil são sulfato de desidroepiandrosterona (DHEAS), dehidroepiandrosterona (DHEA), androstenediona, testosterona e diidrotestosterona (DHT), em ordem decrescente de concentração sérica. O DHEA é produzido na glândula adrenal (50%), no ovário (20%) e através da conversão periférica de DHEAS (30%). DHEA é convertido em DHEAS na supra-renal, fígado e intestinos. Nas glândulas adrenais e nos tecidos periféricos, como o tecido adiposo, pequenas quantidades de DHEA e DHEAS são convertidas em andrógenos mais ativos, como androstenediona, androstenediol, testosterona, DHT e estrogênios, como estradiol e estrona. DHEA e DHEAS são secretados em pequenas quantidades durante a infância com aumento gradual durante a infância tardia, e o aumento se correlaciona com o desenvolvimento de pequenas quantidades de pelos púbicos e/ou axilares em crianças mais velhas, mas ainda pré-púberes, um fenômeno conhecido como adrenarca. As concentrações séricas de DHEA e DHEAS aumentam durante a puberdade, atingindo um pico na terceira década de vida. A secreção e as concentrações séricas de DHEA e DHEAS diminuem acentuadamente com a idade a partir da terceira década, de modo que, entre 70 e 80 anos, as concentrações séricas de ambos são aproximadamente 20% das pessoas entre 20 e 30 anos de idade. A dosagem de DHEA e DHEAS está indicada na investigação da hipersecreção de andrógenos principalmente no hirsutismo, na hiperplasia adrenal congênita e no carcinoma adrenal.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou entre em contato com a nossa Central de Atendimento pelo Whatsapp (11) 3179-0822.

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 10x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame pelo Whatsapp (11) 3179-0822.