DETERMINAÇÃO DO TEOR DE CLORO NO, Suor

Outros nomes:

CLORO NO SUOR

MUCOVISCIDOSE, TESTE PARA

SUOR, PROVA DA PILOCARPINA

SUOR, PROVA DE

CLORETOS NO SUOR

TESTE DE TRIAGEM PARA FIBROSE CÍSTICA

FIBROSE CÍSTICA, TESTE DE TRIAGEM PARA, SUOR

Agendamento

Precisa Agendar

Prazo de Entrega

Em até 3 horas*

* Este prazo pode variar de acordo com a unidade. Por favor, ligue para a nossa Central de Atendimento para confirmar o prazo na unidade de preferência.

Orientações necessárias

- Exame não realizado em pacientes com idade inferior a 48 horas (dois dias de vida). - Para fazer o exame, o cliente não pode estar desidratado, febril ou em mau estado geral, nem ter lavado a pele com soluções com hexaclorofeno (difenilfenol clorado) ou solução com cloro, flúor, bromo ou iodo. - O paciente desidratado deve ser hidratado e retornar ao Fleury para a realização da prova pelo menos após três dias. - Horários de coleta no Fleury: Exame coletado nas Unidades Campinas e Paraiso através de pré-agendamento: Fleury Campinas: Segundas e Quartas-feiras das 07h às 16h (consultar grade de agendamento) Fleury Paraíso: Segundas, Terças e Quartas-feiras das 08h às 17h (consultar grade de agendamento).

Método

- Determinação do teor de cloro por condutividade, no suor.

Valor de referência

Determinação do teor de cloro por condutividade: - Normal: até 60 mmol/L - Limítrofe: de 61 a 80 mmol/L - Elevado: acima de 80 mmol/L

Interpretação e comentários

- O teste contribui com o diagnóstico de fibrose cística (FC), ou mucoviscidose, que cursa com infecções pulmonares de repetição e déficit de crescimento em decorrência de insuficiência pancreática exócrina. - Na FC, há um aumento da excreção de cloro no suor, razão pela qual sua concentração pode ser estimada pela determinação da condutividade do suor. Valores de cloro acima do limite normal sugerem a doença. O teste é considerado o padrão-ouro para o diagnóstico de FC, mas, caso a primeira dosagem de cloro mostre valores anormais, a prova deve ser repetida em um outro dia. De qualquer modo, o resultado requer interpretação conjunta com a história clínica. Um teste negativo praticamente exclui a possibilidade de haver FC, enquanto um teste positivo é altamente sugestivo da doença. Sempre que possível, o diagnóstico de FC deve ser confirmado pela busca de mutações do gene CFTR, iniciando-se pela mais freqüente, denominada delta-F508. Na prática clínica, está disponível a pesquisa de aproximadamente 40 mutações, incluindo as 25 recomendadas pelo CF Genetic Analysis Consortium, o que eleva o índice de detecção para até 90% em caucasóides.

Processamento e adequação da amostra

- Para a digitação do resultado seguir o procedimento abaixo: -- entrar no sistema Mumps, digitação de resultado; -- digitar o valor numérico do CLSUOR no campo resultado, dar enter e enter novamente; -- Liberar o resultado na rotina T R L. ATENÇÃO - Caso seja realizado um segundo teste (repetição), seguir como abaixo: -- digitar o primeiro resultado no campo resultado, dar enter -- abrirá um campo OBS, digitar @OB916, aparecerá um campo para digitar o segundo resultado, digitar e enter -- automaticamente o resultado virá acompanhado da observação “Resultado obtido após repetição: .... mmol/L”

Dias de Medicamento

0

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou entre em contato com a nossa Central de Atendimento pelo Whatsapp (11) 3179-0822.

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 10x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame pelo Whatsapp (11) 3179-0822.