Fator Antinucleo, Anticorpos totais, soro

Outros nomes:
ARTRITE REUMATÓIDE, FAN
ESCLERODERMIA, FAN
HEPATITE AUTO-IMUNE, FAN
LÚPUS, FAN
NÚCLEO, FATOR ANTI
SJOGREN, FAN
ANTIAPARELHO MITÓTICO
CROMOSSÔMICA/PLACA METAFÁSICA
ANTINUCLÉOLO
ANTINÚCLEO
ANTICITOPLASMA
ANTICORPOS ANTINÚCLEO, NUCLÉOLO, PLACA METAFÁSICA, CITOPLASMA, APARELHO MITÓTICO
FAN - HEP2
ANTÍGENOS INTRANUCLEARES, AUTO-ANTICORPOS
ANTÍGENOS INTRACELULARES, AUTO-ANTICORPOS
FAN POR IMUNOFLUORESCÊNCIA INDIRETA (IFI) EM CÉLULAS HEP-2
FAN.

Agendamento

Este exame nao necessita ser agendado.

Prazo de Entrega

Em até 5 dias úteis (sem contar o sábado) às 18h

Processamento e adequação da amostra

Para material sangue: - Aguardar 30 minutos; - Centrifugar a 2200 g por 10 minutos a 18 ºC; - Não aliquotar; - Enviar à seção, em temperatura ambiente; - Volume ideal: 1,0 mL; volume mínimo: 0,5 mL. Para os demais materiais, Líquido pleural, Líquido sinovial e Líquido pericárdico: - Enviar à seção no mínimo 0,5 mL, refrigerado. Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: 8 horas; Refrigerada (2-8 ºC): 7 dias; Congelada (-20 ºC): 3 meses.

Método

- Imunofluorescência indireta em células HEp-2.

Valor de referência

- Nuclear: não reagente. - Nucleolar: não reagente . - Placa cromossômica metafásica: não reagente. - Citoplasmático: não reagente. - Aparelho mitótico: não reagente.

Interpretação e comentários

- A pesquisa de anticorpos antinúcleo (FAN) auxilia o diagnóstico de doenças reumáticas auto-imunes e é realizada por técnica de imunofluorescência indireta (IFI), utilizando, como substrato da reação, células HEp-2. Essa metodologia apresenta grande sensibilidade e baixa especificidade, razão pela qual uma reação positiva, independentemente do título, deve ser valorizada com muita cautela - ou seja, é preciso levar em conta a história, o exame físico, o quadro clínico e outros exames subsidiários para possibilitar o diagnóstico correto de uma enfermidade. - No caso de suspeita clínica de doença mista do tecido conjuntivo ou de lúpus eritematoso sistêmico não tratado, uma pesquisa negativa pela reação de IFI quase exclui a hipótese diagnóstica. Já para as outras doenças reumáticas auto-imunes, como esclerodermia, síndrome de Sjögren, polimiosite e dermatomiosite, um resultado negativo de FAN não elimina a suspeita, mas a torna menos provável. - Excepcionalmente, a reação de IFI pode ser negativa em pessoas com quadro clínico muito sugestivo de doença reumática auto-imune. Nesta eventualidade, deve-se considerar a pesquisa específica de alguns auto-anticorpos que, em determinadas circunstâncias, podem não ocasionar um teste positivo de FAN, entre os quais a de anticorpos anti-Ro/SS-A, anti-Jo-1 e anti-RNP ribossomal (antiproteína P-ribossomal). - Quando a reação de imunofluorescência é positiva e existem evidências para suspeitar de determinada doença reumática auto-imune, o padrão de fluorescência pode apontar o direcionamento do próximo passo, ou seja, a identificação do auto-anticorpo envolvido (anti-DNA, anti-Sm, anti-RNP, anti-Ro/SS-A, anti-La/SS-B, anti-SCL-70 e anti-Jo-1) para a confirmação do diagnóstico, pois alguns deles são marcadores de doenças.

Orientações necessárias

- Este exame não necessita de preparo.

Dias de Medicamento

0

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (11) 3179-0822

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 6x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: (11) 3179-0822