Fenilalanina, plasma

Outros nomes:

ACIDO FENIL PIRUVICO

Fenilalanina no soro

FENILCETONURIA NO SANGUE

FENILCETONURIA, DOSAGEM DE

FENILCETONURIA, FENILALANINA

PKU

Orientações necessárias

- Em recém-nascidos, a coleta deve ser feita após 48 horas de vida. - A coleta do exame é restrita a algumas unidades específicas, por este motivo é preciso entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cliente para verificarem quais unidades realizam o exame.

Processamento e adequação da amostra

- Receber a amostra em embalagem REF e processá-la imediatamente. - Centrifugar a 2200 g por 10 minutos a 18 °C; - Aliquotar a fração de plasma obtida em tubo de alíquota padrão; - Enviar à seção, congelada; - Volume mínimo: 0,1 mL de plasma Nota: Amostra colhida em tubo infantil, aliquotar a fração de plasma em tubo de alíquota padrão. - Enviar à seção, congelada. - Volume mínimo: 0,1 mL de plasma Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: não aceitável; Refrigerado: não aceitável; Congelado: 30 dias.

Método

- Cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas em tandem.

Valor de referência

FENILALANINA: Até 30 dias de vida: 0,5 a 1,3 mg/dL ( 30-79 µmol/L) De 1 a 23 meses: 0,5 a 1,5 mg/dL( 31-92 µmol/L) De 2 a 17 anos: 0,6 a 1.4 mg/dL ( 38-86 µmol/L) Mais de 18 anos: 0,7 a 1,2 mg/dL ( 40-74 µmol/L) TIROSINA: Até 30 dias de vida: 0,6 a 2,9 mg/dL( 33-160 µmol/L) De 1 a 23 meses: 0,4 a 2,2 mg/dL ( 24-125 µmol/L) De 2 a 17 anos: 0.5 a 1,9 mg/dL ( 31-108 µmol/L) Mais de 18 anos: 0.7 a 1,7 mg/dL ( 38-96 µmol/L)

Interpretação e comentários

- Este exame é útil no diagnóstico e no acompanhamento de indivíduos que tenham hiperfenilalaninemias e fenilcetonúria (PKU). A presença de níveis elevados de fenilalanina no sangue do recém-nascido pode ser um achado transitório, decorrente de imaturidade enzimática, ou persistente, por defeito estrutural da enzima envolvida na biotransformação desse aminoácido. - A causa mais frequente de hiperfenilalaninemia é a deficiência de fenilalanina hidroxilase, que transforma a fenilalanina em tirosina e é responsável pela forma clássica de PKU, observada em um em cada 15.000 nascimentos. Valores elevados de fenilalanina, associados a níveis baixos de tirosina, sugerem fortemente deficiência enzimática. No recém-nascido, o teste deve ser feito em um período mínimo de 12 a 24 horas após a ingestão de leite. Em indivíduos com diagnóstico de PKU, o uso de dieta especial permite reduzir dramaticamente os teores de fenilalanina plasmática, embora eles quase sempre permaneçam acima dos valores de referência.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou entre em contato com a nossa Central de Atendimento pelo Whatsapp (11) 3179-0822.

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 10x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame pelo Whatsapp (11) 3179-0822.