Laço, prova do, Hospital-Materiais Outro

Outros nomes:
FRAGILIDADE CAPILAR
FRAGILIDADE CAPILAR, PROVA DE
FRAGILIDADE VASCULAR
HENOCH-SCHONLEIN, PROVA DO LACO
PROVA DO LACO
PURPURAS, PROVA DO LACO
RUMPEL LEED, TESTE
TELANGIECTASIAS, PROVA DO LACO
LAÇO, PROVA

Agendamento

Este exame nao necessita ser agendado.

Prazo de Entrega

Em até 1 dia útil (incluindo sábados) às 11h

Orientações necessárias

- O cliente deve informar todos os medicamentos utilizados nos últimos 14 dias, especialmente antiagregantes plaquetários, como ácido acetilsalicílico (Aspirina®, AAS®, Melhoral®, Bufferin®, etc.), antiinflamatórios, antidepressivos, antialérgicos, diuréticos e betabloqueadores. - Idealmente o cliente não deve ter feito uso de ácido acetilsalicílico nos 14 dias que antecedem este exame, nem nenhuma das outras medicações mencionadas acima nos dois dias que antecedem o mesmo. Entretanto, a suspensão de qualquer medicamento deve ser feita somente com o consentimento do médico assistente. - Este exame é realizado atualmente nas seguintes Unidades de Atendimento: Republica do Libano I, Paraíso, Villa Lobos, Campinas e Brasília.

Processamento e adequação da amostra

- Receber a ficha de atendimento e a folha de trabalho, conferindo a anotação do resultado da PVLACO e a existência da etiqueta de código de barras colada na frente da folha de trabalho. - Gerenciar a etiqueta no sistema de gerenciamento de amostras. - Transcrever corretamente para o sistema o resultado da PVLACO, utilizando a rotina TRD para digitação e TRL para a liberação. Importante: - Resultado positivo: liberar no campo de OBS: @OB304 (Colocamos o serviço de assessoria médica do setor de Hemostasia à disposição, para prestar maiores esclarecimentos).

Método

- Método de Gothlin modificado por Rumpel-Leede.

Valor de referência

- Teste negativo: menos que 5 petéquias em uma área de 25 cm².

Interpretação e comentários

- Este exame estuda a evasão de sangue dos capilares, sob estresse ou trauma, fornecendo uma avaliação grosseira da integridade capilar. - Os procedimentos que analisam a fragilidade capilar são influenciados não somente pela parede dos pequenos vasos, mas também pelo número e pela qualidade das plaquetas. - Testes positivos podem ocorrer em: -- plaquetopenias (especialmente se o número de plaquetas for menor que 10.000/mm³), como na púrpura trombocitopênica idiopática (PTI) e na púrpura trombocitopênica pós-infecciosa; -- púrpura de Henöch-Schonlein; -- defeitos de função plaquetária congênitos e adquiridos; -- durante o uso de medicamentos que alteram a função plaquetária (Aspirina®, antiinflamatórios, anti-histamínicos, corticosteróides, antibióticos, etc.); -- reações vasculares tóxicas; -- anomalias vasculares hereditárias (telangiectasia hemorrágica hereditária); -- doenças que cursam com fragilidade capilar (deficiência de vitamina C, defeitos de síntese do colágeno, etc.); -- período pré e pós-menstrual imediato e pós-menopausa; -- indivíduos idosos; -- durante a administração prolongada de esteróides.

Dias de Medicamento

IMPORTANTE: Anotar medicamento(s) do (s)último(s): 14 dias(s).

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (11) 3179-0822

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 6x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: (11) 3179-0822