Mercúrio, dosagem de, urina

Agendamento

Este exame nao necessita ser agendado.

Prazo de Entrega

Em até 15 dias corridos às 18h

Orientações necessárias

I - Material - Este exame pode ser feito em amostra isolada de urina e/ou urina de 24 horas. Urina isolada: - Este exame é realizado na primeira urina da manhã, em amostra colhida no início da jornada de trabalho. - O cliente precisa evitar o consumo de peixes (água doce ou salgada) e frutos do mar nas 48 horas que antecedem a coleta. - Retirar frasco na unidade II - Coleta - A coleta não pode ser feita no posto de trabalho. Quando feita nas dependências da empresa, deve ser feita no ambulatório ou em outro ambiente limpo e sem contaminação. - Antes da coleta, deve ser feita rigorosa higiene das mãos. - Não usar a vestimenta usual de trabalho ao coletar esse exame. III - Prazo para a entrega do material - O material deve ser refrigerado e entregue no Fleury até um dia após a coleta.

Processamento e adequação da amostra

Urina isolada: - Verificar se a amostra foi enviada em frasco cristal de tampa branca. Caso não seja esse o frasco, solicitar nova coleta. - Não manipular. - Enviar refrigerado - Volume mínimo: 5 mL Urina de 24 horas: Nestes casos, a coleta deverá ser realizada em frasco de urina livre de metal (1 litro). Alíquotar no mínimo 20ml em frasco cristal de tampa branca. Manusear o menos possível para evitar contaminação da amostra. ATENÇÃO - Em se tratando da coleta de metais, frascos com tampas coloridas (Ex.: estéril), não podem ser utilizados, pois podem trazer algum tipo de contaminante. - Estabilidade da amostra: -- Temperatura ambiente: não aceitável -- Refrigerada (2-8 ºC): 5 dias -- Congelada (-20 ºC): 20 dias

Método

- Espectrofotometria de absorção atômica.

Valor de referência

- Até 5,0 microgramas/g de creatinina; - Índice Biológico Máximo Permitido (IBMP): 35 microgramas/g de creatinina.

Interpretação e comentários

- O mercúrio é metal pesado, de cor prateada e líquido a temperatura ambiente. O mercúrio e seus compostos são encontrados na produção de cloro e soda caustica (eletrólise), em equipamentos elétricos e eletrônicos (baterias, retificadores, relés, interruptores etc.), aparelhos de controle (termômetros, barômetros, esfigmomanômetros), tintas (pigmentos), amálgamas dentárias, fungicidas, lâmpadas de mercúrio, laboratórios químicos, preparações farmacêuticas, detonadores, óleos lubrificantes, catalisadores e na extração de ouro. Pode formar vapores mesmo em temperatura ambiente. Do ponto de vista ocupacional, ambas as formas (vapor e líquido) tem importância. Eventualmente, pode ser contaminante de peixes e frutos do mar. - O mercúrio metálico elementar é praticamente atóxico e o organismo humano não tem sistema que o altere quimicamente. Dessa forma, um acidente mais ou menos frequente, que é a ingestão de mercúrio de termômetro, não se mostra grave e, em geral, não acarreta riscos. Já o mercúrio ionizado (Hg+ ou Hg++) é muito tóxico, por reagir com o grupo sulfidril das proteínas, provocando mudanças na estrutura terciária. Por esse mecanismo, alteram-se as funções das proteínas (enzimas), que passam a ser imunogênicas. As vias de entrada são: ingestão, inalação e absorção pela pele. Após absorção é oxidado ao ion Hg++ e transportado pelas hemácias e albumina. Acumula-se no sistema nervoso e rins. A excreção principal é renal. - Este exame é útil para o acompanhamento de indivíduos expostos ao mercúrio inorgânico, a exemplo de trabalhadores de mineração, metalurgia e produção de componentes eletrônicos, assim como para o controle de pacientes submetidos à terapêutica quelante. Em caso de exposição ocupacional, recomenda-se que a investigação seja feita a partir de um ano do início do contato com esse metal, uma vez que seu acúmulo se dá de forma lenta, a ponto de haver pouca variação no teor de mercúrio em amostras de urina coletadas antes e depois da jornada de trabalho. Já na exposição a compostos orgânicos, a dosagem urinária tem pouco valor, visto que a excreção dessa forma de mercúrio ocorre pelas fezes. Para tais casos, diante de suspeita clínica de intoxicação, sugere-se a dosagem do metal por meio de coleta de sangue. - A intoxicação por mercúrio, tanto em sua forma aguda como crônica, podem se apresentar como alterações do sistema respiratório, tais como irritação, pneumonite e edema pulmonar, bem como no sistema digestório (estomatite, cólicas, irritação, diarreia e disenteria). O sistema renal pode ser afetado apresentando síndrome nefrótica, oliguira, anúria. Também podem aparecer alterações do sistema nervoso tais como tremores, ataxias e alterações comportamentais. São observadas, ainda, erupções na pele e acrodinia.

Dias de Medicamento

0

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (11) 3179-0822

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 6x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: (11) 3179-0822