PML-RARA, Translocação, por PCR, Vários Materiais

Outros nomes:
LEUCEMIA PROMIELOCITICA AGUDA, TESTE MOLECULAR
LMA-M3, TESTE MOLECULAR
PESQUISA PML-RARA POR PCR
PML-RARA POR PCR
PMLRARA, PESQUISA DA TRANSLOCACAO POR PCR
PMLRARA, TRANSLOCACAO, PESQUISA DA
REARRANJO GENICO PML-RARA POR PCR
TRANSLOCACAO (15,17) POR PCR
TRANSLOCACO PML/RARA POR PCR
PML-RARA, TRANSLOCAÇÃO, POR PCR
PCR PARA LEUCEMIA PROMIELOCÍTICA AGUDA
PML-RARA, QUANTIFICAÇÃO POR RT-PCR EM TEMPO-REAL, VÁRIOS MATERIAIS

Agendamento

Este exame nao necessita ser agendado.

Prazo de Entrega

Em até 5 dias úteis (incluindo sábados) às 18h

Processamento e adequação da amostra

- Não manusear. - Receber a amostra em embalagem REF e mantê-la nesta condição até a manipulação. - Enviar o material refrigerado o mais rápido possível com a sinalização PH1PCR, QBCRABL, MUTBCRABL e PMLRARA para envio separado a seção, juntamente com o questionário preenchido. - Rejeitar amostras colhidas em heparina. - Não aceitar material enviado em seringa com agulha. - Estabilidade da amostra: -- temperatura ambiente: não aceitável; -- refrigerada (2-8ºC): 24 horas; -- congelada (-20ºC): não aceitável.

Método

- Quantificação dos rearranjos gênicos de PML-RARA por transcrição reversa e reação em cadeia da polimerase (RT-PCR) em tempo-real.

Valor de referência

- Indetectável.

Interpretação e comentários

- Mais de 95% das leucemias promielocíticas agudas (LPA) apresentam a fusão do gene PML com o do receptor do ácido retinóico alfa (RARA), produzindo o gene quimérico PML-RARA, um análogo molecular da translocação recíproca t(15;17) (q22;q21). Em torno de 95% dos portadores da doença atingem remissão completa quando tratados com ácido transretinóico na terapia de indução. - A detecção molecular do transcrito PML-RARA tem utilidade no planejamento terapêutico e na definição do prognóstico da LPA, podendo ser realizada por meio de amplificação específica dos transcritos quiméricos encontrados nesse tipo de leucemia (com pontos de quebra de PML em bcr1, 2 e 3) . Em portadores de LPA que se encontram em remissão completa, a ausência dos transcritos de PML-RARA no exame por RT-PCR correlaciona-se com a eficácia das diferentes estratégias de tratamento, enquanto a persistência do rearranjo indica fortemente recidiva e necessidade de terapêutica antileucêmica mais agressiva. - A alta sensibilidade de técnicas diagnósticas, como a própria PCR em tempo real, tem permitido o estudo da doença residual mínima. Os resultados deste teste são expressos como uma razão em relação a um gene controle - o gene ABL -, e sua diminuição ao longo do tratamento aponta resposta adequada do paciente à terapêutica empregada.

Orientações necessárias

I - I Informações sobre o exame Este exame se destina ao diagnóstico e acompanhamento de indivíduos que tenham leucemia promielocítica aguda, com presença da translocação recíproca t(15;17) (q22;q21). II - Material - Este exame é realizado em sangue periférico ou em medula óssea (a critério médico), os quais podem ser colhidos no Fleury ou enviados. III - Para coletas no Fleury - As coletas de medula óssea devem ser agendadas previamente. IV - Para materiais enviados - As amostras devem ser mantidas refrigeradas e entregues até 24 horas após a coleta. - Material enviado com agulha de punção será recusado Observação: - Há restrição de dias e horários para a coleta e a entrega de material colhido fora do Fleury. Assim, convém consultar a Central de Atendimento ao Cliente previamente.

Dias de Medicamento

IMPORTANTE: Anotar medicamento(s) do (s)último(s): 30 dias(s).

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (11) 3179-0822

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 6x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: (11) 3179-0822