Rubéola, Anticorpos IgG e IgM, soro

Outros nomes:
RUBÉOLA, ANTICORPOS CONTRA
RUBEOLA
SOROLOGIA CONTRA RUBÉOLA
RUBÉOLA, ANTICORPOS IGG E IGM
RUBEOLA, SOROLOGIA PARA

Agendamento

Este exame nao necessita ser agendado.

Prazo de Entrega

Em até 2 dias úteis (incluindo sábados) às 18h

Processamento e adequação da amostra

- Aguardar 30 minutos; - Centrifugar a 2200 g por 10 minutos a 18 °C; - Não aliquotar; - Enviar à seção em temperatura ambiente; - Volume ideal: 1 mL; volume mínimo: 0,5 mL; - Eventualmente poderá ser utilizado plasma (EDTA, citrato ou heparina). Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: 7 dias Refrigerada (2-8 ºC): 14 dias; Congelada (-20 ºC): 2 meses

Método

- Quimioluminescência em micropartículas (CMIA)

Valor de referência

- IgG: - Não reagente: inferior a 5 UI/mL - Indeterminado: de 5 a 15 UI/mL - Reagente: superior a 15 UI/mL - IgM: Não reagente: inferior a 1,2 - Indeterminado: de 1,2 a 1,8 - Reagente: superior a 1,8 Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: 7 dias Refrigerada (2-8 ºC): 14 dias; Congelada (-20 ºC): 2 meses

Interpretação e comentários

- Este teste tem utilidade no diagnóstico da rubéola e na avaliação pré-natal de mulheres com intenção de engravidar. A presença de anticorpos da classe IgG indica imunidade adquirida natural ou artificialmente, enquanto a de IgM pode ser indício de uma infecção aguda e, mais raramente, de uma reinfecção. É possível detectar esses anticorpos também após vacinação, o que deve ser levado em conta na interpretação do resultado. Os níveis de IgM, em qualquer uma das situações descritas, podem persistir em concentrações variáveis por períodos maiores que 12 meses. Reações falso-positivas raramente são observadas em decorrência de outros estímulos antigênicos, principalmente de origem viral. - Em alguns casos, quando o resultado da pesquisa de IgM é próximo ao cutoff e existe suspeita de uma reinfecção ou da possibilidade de uma reação falso-positiva, o Fleury realiza o teste para a determinação de avidez da IgG. Percentuais de avidez menores que 30% sugerem infecção aguda, ocorrida nos últimos três meses, enquanto valores acima de 60% indicam doença pregressa (não-aguda). Em infecções muito recentes, nas quais a dosagem de IgG é negativa e a de IgM se aproxima muito ao cutoff, o resultado sai como indeterminado e com recomendações de repetição do exame após uma semana. Em gestantes, quando se quer descartar ou confirmar uma possível infecção intra-uterina, o teste mais específico e sensível é a pesquisa do vírus da rubéola pela técnica de PCR em líquido amniótico, colhido por amniocentese, o que pode ser feito a partir da 13ª semana de gravidez.

Orientações necessárias

- Este exame não necessita de preparo.

Dias de Medicamento

0

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (11) 3179-0822

Preços e Pagamento Particular

Sabia que o Fleury oferece parcelamento em até 6x sem juros e condições especiais para pagamento particular para os médicos cadastrados?

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: (11) 3179-0822