Colesterol: Saiba tudo sobre o exame de colesterol total e frações

O colesterol é um tipo de gordura tanto produzida pelo nosso organismo quanto proveniente da dieta, que possui importantes e variadas funções, como participar da estrutura das membranas celulares e auxiliar a produção de hormônios e vitaminas. Apesar de ser essencial para o funcionamento adequado do nosso organismo, pode trazer problemas quando presente em excesso.

De fato, os níveis de colesterol que circulam no sangue podem sofrer alterações, dependendo de vários fatores, como os hábitos alimentares, o estilo de vida do indivíduo e até mesmo características genéticas. Para monitorar tais níveis de colesterol, o médico pode solicitar um exame de sangue, conhecido como colesterol total e frações ou também chamado de “estudo lipídico” ou lipidograma.

Para consultar o preparo necessário para a realização do exame, assim como outras informações, entre em contato com a nossa central de atendimento ou clique aqui.

Esse material tem caráter informativo e não deve ser usado para diagnóstico ou para substituir a consulta com o médico especialista.

Quais são os tipos de colesterol?

O colesterol pode ser classificado em frações, de acordo com a partícula a ele associada:

Colesterol LDL ou LDL-c (lipoproteína de baixa densidade): É considerado o "colesterol ruim", pois, quando em níveis elevados na corrente sanguínea, pode se depositar nas paredes das artérias, causando obstruções que aumentam o risco de infarto do coração e de acidente vascular cerebral (AVC).

Colesterol HDL ou HDL-c (lipoproteína de alta densidade): É considerado como o "colesterol bom", pois ajuda a remover o excesso de colesterol do sangue, reduzindo os riscos de doenças cardiovasculares e contribuindo para a saúde.

Além dessas frações, há também o VLDL (lipoproteína de densidade muito baixa), uma partícula associada ao transporte dos triglicerídeos que, quando em níveis elevados, também podem ser preocupantes.

A avaliação laboratorial do colesterol total e de suas frações, portanto, são importantes para avaliar o risco cardiovascular de um indivíduo.

Como é feito o exame de colesterol?

Em geral, para fazer o exame de colesterol é solicitado ao paciente que mantenha sua dieta habitual por aproximadamente cinco dias antes da realização do exame, e que, se solicitado em jejum, este não seja superior a 14 horas. Além disso, o paciente também deve evitar a realização de atividades físicas vigorosas nas 24 horas antes do exame e não fazer ingestão de bebida alcoólica nas 72 horas antecedentes ao exame.

A coleta é feita como em um exame de sangue comum, na qual é retirada uma pequena amostra de sangue do paciente, preferencialmente da veia do braço. Esse material é enviado para análise em laboratório.

Quais são os valores normais para os níveis de colesterol no sangue?

Os valores de referência para os níveis de colesterol no sangue variam de acordo com a idade do indivíduo.

Os valores considerados desejáveis segundo a Atualização da Diretriz Brasileira de Dislipidemias e Prevenção da Aterosclerose, de 2017, da Sociedade Brasileira de Cardiologia, são:

  • Menores de 20 anos, com ou sem jejum de 12 horas:

  • Colesterol total: menor que 170 mg/dL.

  • LDL-c: menor que 110 mg/dL

  • HDL-c: maior que 45 mg/dL

  • Igual ou maiores de 20 anos, com ou sem jejum de 12 horas:

  • Colesterol total: menor que 190 mg/dL

  • LDL-c: menor que 130 mg/dL

  • HDL-c: maior que 40 mg/dL

Contudo, é importante ressaltar que, conforme a categoria de risco cardiovascular, o médico poderá definir valores de metas individualizadas.

Quais os sintomas podem estar relacionados aos níveis alterados de colesterol?

Justamente por não provocar sintomas, os níveis de colesterol no sangue devem ser avaliados periodicamente na população adulta.

Em casos específicos, um tipo de lesão de pele, denominado xantoma, pode se associar a níveis de colesterol elevados.

Além das artérias, outros órgãos também podem ser afetados pelos níveis elevados de colesterol, a exemplo do fígado.

Quais as abordagens utilizadas para tratar as alterações nos níveis de colesterol do paciente?

Considerados como essenciais, os hábitos alimentares saudáveis e a prática regular de exercícios físicos auxiliam a manter níveis adequados de colesterol e a reduzir o risco de doenças cardiovasculares. Além disso, o controle do peso, de doenças crônicas e a cessação do tabagismo também são importantes.

No entanto, para determinar se outras medidas são necessárias, a exemplo do tratamento com medicamentos, é fundamental manter o acompanhamento regular com seu médico.

Onde fazer o exame para dosagem do colesterol?

No Laboratório Fleury, você encontra todo conforto e segurança que precisa para realizar seus exames de sangue, incluindo a dosagem de colesterol. A coleta do material pode ser feita na unidade mais próxima de você, sem necessidade de agendamento ou à domicílio - neste caso, basta agendar com o Fleury em Casa.

Entre em contato com nossos atendentes e consulte a unidade ideal para você, os convênios atendidos e as condições especiais para atendimento particular.

Converse sempre com seu médico.