Conheça o Teste Ergométrico e suas indicações

O teste ergométrico, também conhecido como eletrocardiograma de esforço ou teste de esteira, é um exame não invasivo, amplamente utilizado pelos médicos para avaliar a função cardíaca do paciente.

Esse teste é útil para determinar a presença de anormalidades cardíacas durante o esforço ou exercício e tem como principais indicações o diagnóstico de isquemia em pacientes com doença arterial coronariana, a avaliação da função do coração em pacientes que tem alguma cardiopatia conhecida (doença cardíaca), a avaliação de arritmias e da hipertensão arterial, além de ser importante em indivíduos que praticam esportes.

No entanto, é importante ressaltar que o Teste Ergométrico não é indicado para todos os pacientes e a realização do exame é sempre supervisionada por equipe médica especializada.

Consulte o preparo e informações sobre esse exame com a nossa Central de Atendimento ou clicando aqui.

Esse material tem caráter informativo e não deve ser usado para diagnóstico ou substituir uma consulta com médico especialista.

Quais são as indicações para realizar um teste ergométrico?

O teste ergométrico pode ser indicado, após avaliação médica criteriosa, para alguns pacientes que apresentam sintomas como dor no peito, falta de ar ou palpitações, especialmente durante a atividade física.

Além disso, pode ser solicitado como parte de um check-up cardiológico de rotina, para monitorar a eficácia de tratamentos em andamento, para avaliar indivíduos com hipertensão arterial, arritmias ou determinadas doenças cardíacas conhecidas e na pré-participação de atividades esportivas, entre outras indicações.

Antes do exame, é importante que o paciente siga algumas orientações de preparo, como não usar cremes ou pomadas no tórax nas 24 horas que antecedem o exame, não ingerir alimentos pesados, cafeína e bebidas alcoólicas, não fumar e não realizar atividades físicas no dia do exame. Adicionalmente, o cliente precisa vestir roupas confortáveis e adequadas para a prática de exercícios, incluindo tênis, e informar o médico sobre qualquer medicação em uso.

Como é feito o teste ergométrico e o que esperar durante o procedimento?

Durante o teste ergométrico, o paciente é conectado a um monitor cardíaco e realiza atividade física gradualmente intensificada, geralmente em uma esteira ou bicicleta ergométrica.

A inclinação e a velocidade da esteira ou a resistência da bicicleta são ajustadas conforme o protocolo do exame. O objetivo é elevar gradualmente a frequência cardíaca do paciente, monitorando e registrando continuamente o ritmo e a frequência cardíaca por um ECG (eletrocardiograma), a pressão arterial e os sintomas relatados.

O exame costuma durar de 6 a 12 minutos, mas pode ser interrompido no meio a critério médico, por exemplo por exaustão do paciente ou na presença de sinais de isquemia ou alteração significativa do ritmo cardíaco. Após o esforço, há um curto período de repouso.

Os médicos analisam cuidadosamente os dados coletados durante o teste ergométrico com a finalidade de evidenciar alterações cardiovasculares em exercício que porventura não estejam presentes em repouso, como isquemia miocárdica, arritmias, elevação da pressão arterial, entre outras.

Contraindicações e limitações do teste ergométrico

Embora o teste ergométrico seja um exame importante na avaliação cardiovascular, ele tem algumas limitações. O teste é contraindicado, por exemplo, para pacientes com problemas ortopédicos que impeçam a caminhada, para gestantes, durante processos infecciosos agudos, diarreia ou enxaqueca. Também não deve ser realizado após determinados tipos de procedimentos, como punção de tiroide, biópsia de mama, entre outros.

O teste ergométrico pode ser realizado em pessoas de diferentes faixas etárias, desde crianças até idosos.

O teste ergométrico desempenha um papel importante na avaliação da resposta cardíaca ao esforço e na detecção de possíveis alterações, fornecendo informações cruciais que auxiliam as decisões de tratamento, o acompanhamento e as recomendações específicas aos pacientes.

Em alguns casos, o teste pode não ser o único exame recomendado e outros exames podem ser indicados para complementar a avaliação do paciente.

É importante ressaltar que a interpretação dos resultados deve ser feita por um médico especializado e levar em consideração o histórico clínico completo do paciente e, eventualmente, outros exames.

Agende seu Teste Ergométrico no Fleury!

O Teste Ergométrico precisa ser previamente agendado. Entre em contato com a Central de Atendimento Fleury e agende agora mesmo seu teste na unidade Fleury mais próxima de você.

Para sua comodidade disponibilizamos também o agendamento on-line, através do botão agendar no site Fleury. O agendamento pode ainda ser feito via WhatsApp ou Messenger. Escolha a melhor opção para você.

Converse sempre com seu médico!