Exame de Ácido Fólico: Guia completo

O exame para a análise do ácido fólico é solicitado para avaliar os níveis dessa vitamina essencial no sangue e assim, identificar deficiências e auxiliar no tratamento de algumas condições médicas.

O ácido fólico, também conhecido como vitamina B9 ou folato, é uma vitamina hidrossolúvel pertencente ao grupo das vitaminas do complexo B. Juntamente com a vitamina B12, o ácido fólico é essencial para a síntese de DNA e para a maturação celular. Assim sendo, a deficiência de qualquer uma dessas duas vitaminas pode ocasionar macrocitose e anemia megaloblástica.

O folato é importante na formação de glóbulos vermelhos e para o crescimento e função celular saudável. O nutriente é crucial durante o início da gravidez para reduzir o risco de defeitos congênitos no cérebro e na coluna.

O folato é encontrado principalmente em vegetais de folhas verdes escuras, feijões, ervilhas e nozes. Frutas ricas em ácido fólico incluem laranjas, limões, bananas, melões e morangos. A forma sintética do folato é o ácido fólico. É um componente essencial das vitaminas pré-natais e está presente em muitos alimentos fortificados, como cereais e massas.

Uma dieta sem alimentos ricos em folato ou ácido fólico pode levar à deficiência de folato, também presente em algumas condições crônicas que impedem o intestino delgado de absorver nutrientes dos alimentos (síndromes de má absorção).

Todas as informações contidas aqui são de caráter informativo, não devendo ser utilizadas como diagnóstico ou substituição de uma consulta com médico especialista.

Sempre consulte informações sobre esse exame entrando em contato conosco ou clicando aqui.

Quando o médico pode solicitar o exame de Ácido Fólico?

O exame de ácido fólico pode ser solicitado nas seguintes condições: gestantes ou mulheres que desejam engravidar, na investigação de anemia, em alguns casos de depressão, quando a resposta terapêutica não é adequada.

Qual a relação do ácido fólico e a gravidez?

O ácido fólico é crucial durante a gravidez, para reduzir o risco de defeitos congênitos no cérebro e na coluna.

Mulheres grávidas ou que estão planejando engravidar também realizam esse exame para garantir níveis adequados de ácido fólico.

Em um planejamento familiar, é recomendado que se inicie a suplementação de ácido fólico três a quatro meses antes da gestação e imediatamente no caso da descoberta da gravidez, até a 12ª semana, pois o tubo neural fecha entre o 25º a 28º dia de gestação.

Como o exame é feito e quais são os níveis saudáveis de Ácido Fólico

A coleta da amostra de sangue para análise de ácido fólico é um procedimento simples e comum. Geralmente, é realizado por meio de uma punção venosa no braço do paciente, em seguida, a amostra é enviada ao laboratório para análise.

É importante seguir as instruções fornecidas pelo profissional de saúde antes do exame, jejum mínimo de 4 horas e interrupção de medicamentos que possam interferir nos resultados. É importante suspender a biotina e suplementos alimentares que a contenham 3 dias antes da coleta.

Níveis de ácido fólico no sangue acima de 3,9 nanogramas por mililitro (ng/mL) são considerados saudáveis. Valores abaixo desse limiar podem indicar deficiência de ácido fólico.

O que pode estar associado aos níveis baixos de Ácido Fólico

A deficiência de ácido fólico pode estar associada à anemia megaloblástica, caracterizada por glóbulos vermelhos maiores e menos eficientes, uma das principais consequências da deficiência de ácido fólico.

Além disso, a diminuição nos níveis dessa vitamina pode estar associada a depressão.

Quais benefícios e importância do Ácido Fólico para a saúde

O ácido fólico é essencial para a síntese de DNA e para a maturação celular, é importante na formação de glóbulos vermelhos e para o crescimento e função celular saudável.

O nutriente é crucial durante o início da gravidez para reduzir o risco de defeitos congênitos no cérebro e na coluna.

A detecção de níveis inadequados do ácido fólico é importante em algumas condições, como as descritas acima.

É importante lembrar das reações adversas em casos de ingestão de doses maiores do que as recomendas pelos médicos: gosto ruim na boca, náusea, perda de apetite, confusão, irritabilidade e distúrbio do padrão de sono.

Faça seu exame de Ácido Fólico

O exame de ácido fólico não exige agendamento prévio. Basta ir à unidade Fleury mais próxima de você, em jejum de pelo menos quatro horas.

Você também pode agendar a coleta do exame de ácido fólico em casa, com o “Fleury em casa”, serviço de coleta domiciliar do Fleury.

Todas as informações contidas aqui são de caráter informativo, não devendo ser utilizadas como diagnóstico ou substituição de uma consulta com médico especialista.