Uréia: Entenda tudo sobre o exame de dosagem de uréia no sangue

A uréia é uma substância produzida pelo fígado e excretada na urina.

Classicamente é usada como parâmetro de avaliação da função renal embora esteja aumentada por diversos outros fatores como dietas ricas em proteínas, infecções e hemorragias.

O  aumento de uréia no sangue provoca desde sintomas leves, como redução de apetite, náuseas e vômitos até consequências graves, como convulsões, se não tratada adequadamente.

Sempre consulte o preparo e informações sobre esse exame com a nossa central de atendimento ou clicando aqui.

Todas as informações contidas aqui são de caráter informativo, não devendo ser utilizadas como diagnóstico ou substituição de uma consulta com médico especialista.

Como é coletada a amostra para o exame de dosagem de uréia no sangue?

A coleta é feita através da retirada de uma pequena amostra de sangue do paciente, preferencialmente da veia do braço. Esse material é armazenado e, em seguida, enviado para análise em laboratório.

Em geral, para fazer esse exame é solicitado ao paciente o jejum de no mínimo 3 horas, além de que informe seus medicamentos de uso diário.

Quais são os valores de referência normais para a ureia no exame laboratorial?

O valor de referência no sangue de um indivíduo adulto está entre 10 e 50 mg/dL.

Fonte: Ureia - Manual de Exames Fleury.

Para quem esse exame é indicado?

A dosagem da uréia está indicada no acompanhamento de diversas doenças onde a avaliação da função renal é importante, como a Hipertensão Arterial e Diabetes.

Além disso, também encontramos pacientes que apresentam baixo nível de ureia no sangue e suas causas podem estar relacionadas à gravidez, desnutrição ou com alguma falta de proteína no organismo, por isso, é necessário também o acompanhamento médico para determinar o melhor seguimento.

Como a uréia é utilizada para avaliar a função renal e quais condições podem afetar seus níveis?

O exame de uréia analisa os valores dessa substância circulando na corrente sanguínea. Se o exame mostrar que o paciente está com os níveis elevados, isso pode significar que exista algum dano nos rins, sendo um importante marcador para determinar uma insuficiência renal, por exemplo.

No entanto, existem algumas outras condições que podem impulsionar o aumento da ureia no sangue, sendo:

  • Insuficiência renal já diagnosticada;

  • Diminuição do fluxo de sangue para os rins;

  • Desidratação;

  • Uso de medicamentos corticoides;

  • Alimentação concentrada em proteínas.

Dessa forma, é essencial estar em acompanhamento médico, além de periodicamente atualizar os exames.

Conte com a segurança do Fleury para fazer seus exames!

No laboratório Fleury, você encontra todo conforto e segurança que precisa para atualizar seus exames. A coleta do material pode ser feita na unidade mais próxima de você sem necessidade de agendamento ou à domicílio - neste caso, basta agendar com o Fleury em Casa.

Entre em contato com nossos atendentes e consulte a unidade ideal para você, os convênios atendidos e as condições especiais para atendimento particular.