Avaliação do sistema de drenagem lacrimal com radioisótopos | Revista Médica Ed. 1 - 2006

Feita sem cateterização do ducto lacrimal, a dacriocistocintilografia é útil em caso de tumores ou infecções.
Publicado em 01 de Fevereiro de 2006
Compartilhar:

Feita sem cateterização do ducto lacrimal, a dacriocistocintilografia é útil em caso de tumores ou infecções.

A dacriocistocintilografia estuda a integridade do sistema de drenagem lacrimal de forma não-invasiva, o que se consegue por meio da instilação de pequena quantidade de tecnécio-99m no saco conjuntival e do acompanhamento de sua passagem pelos canalículos lacrimais, pelo saco lacrimal e pelo ducto lacrimonasal, até sua dispersão no meato nasal. O exame, que leva 30 minutos e permite a obtenção de imagens a cada 30 segundos, é especialmente útil em tumores ou infecções que distorcem a anatomia local e impossibilitam ou contra-indicam a colocação de cateter na papila lacrimal. Em casos de obstrução da drenagem, pode também investigar simultaneamente as duas vias lacrimais para determinar o nível da obstrução, colaborando para o planejamento terapêutico.
A dacriocistocintilografia não exige a cateterização dos ductos lacrimais nem a administração de contraste sob pressão, o que a torna mais fisiológica e mais tolerável para alguns pacientes.

Vias lacrimais pérvias

Obstrução à esquerda ao nível do saco lacrimal e vias lacrimais pérvias à direita

Recursos para investigação de obstrução do
sistema de drenagem lacrimal

Exame
Material contrastante
Cateterização do canal lacrimal
Avaliação bilateral
• Dacriocistocintilografia
Tecnécio-99m
Não
Simultânea
• Dacriocistografia
Contraste iodado
Sim
Simultânea ou independente